Exército no Egito


Se  no Brasil nosso exército não tem lá muita representatividade, já que somos pacíficos por natureza, no Egito a coisa já é meio diferente. Em uma região cheia de tensões, é natural que uma boa grana seja investida no treinamento de tropas e compra de armas.

Não, o Egito não é um país perigoso. Antes de continuar, é bom lembrar que apesar de estar do lado de Gaza e Israel, faz uns 30 anos que o Egito não entra em guerra e que estes conflitos de forma alguma atingem território egípcio. A chance do Egito também entrar numa guerra regional é ínfima, porque os países árabes não são unidos neste ponto. O país também não sofre com homens bomba e ataques, não é algo nada corriqueiro para lá, pois existe repressão forte aos movimentos islâmicos radicais. Aconteceram alguns atentados anos atrás, em Sharm el Sheik, mas desde então a segurança lá é super forte, até os egípcios precisam de permissão especial para entrar lá.

Bom, em relação à violência, não preciso nem comentar. Você pode contar dólares na rua e sair com seu colar de ouro sem problemas – claro que pode acontecer, mas é muitooooooo difícil!!

Mas voltando ao assunto: pelo Egito estar uma região mais problemática, o exército lá é para valer. E as convocações também são muitas. Por cima, sabe-se que o país mantem um efetivo de cerca de cinco milhões nas forças armadas, o que é um número bem grande. O sistema de convocação é meio diferente. Se o rapaz deseja fazer faculdade, apenas após concluir o curso é que ele é chamado para prestar serviços.Se ele não é graduado, o tempo de serviço demora mais ainda.

Além disso, são dispensados os estudantes e os filhos homens únicos. O exército é bem barra pesada, se você procurar no youtube vai achar uns vídeos sobre os trotes que dão nos novatos, que para mim são mais é sessões de torturas. Já vi até vídeo deles tacando fogo em um, só para brincar. Os relatos sobre a comida servida também não são nada animadores, além de que viver com um bando de homem no deserto não deve ser nada gostoso. Fora isso, o salário é uma miséria.

Por conta disso, quase todo egípcio sonha em ser dispensado, mas são muitos os alistados a cada ano. Para mim é uma incoerência esperar o pessoal se formar, pois nenhuma empresa contrata estes moços até esta idade, sempre esperando a tal dispensa militar.

Outro problema também vem com o bendito exército. No passaporte do egípcio, vem escrito se ele já é alistado ou está dispensado. Se você ainda naõ se alistou, significa que, toda vez que for viajar para fora do país, precisa de uma autorização do exército. No caso de estudantes de faculdade, esta permissão só é dada nas férias de verão. Ou seja, a pessoa perde o direito de ir e vir.

Nós viemos para o Brasil em agosto e não foi por acaso, era o único período em que meu marido poderia sair do país. Agora, por conta disso, ele também não pode voltar para o Egito, pois se voltar terá que se alistar. Algumas pessoas até dizem que ser casado com estrangeiro gera a dispensa, mas já soubemos de caso que a pessoa mesmo assim foi convocada. Ou seja, você pode ser um egípcio e mesmo assim não poder voltar para casa, com o risco de ficar preso no país por conta do exército. A dispensa também pode demorar meses, dependendo do caso e este é um risco que a maioria que está fora não quer correr.

A saída para quem não se alistou e deseja voltar para o Egito não é nada simples: ou espera completar 30 anos ou consegue a cidadania de outro país para usar outro passaporte na saída. É uma triste realidade.

Por isso é que, durante muitos anos, provavelmente eu e meu marido não voltaremos para o Egito.

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em janeiro 26, 2009, em No Egito e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Eu não gosto de nada que seja obrigatório. Tolir sua liberdade é horrível. Nós brasileiros temos inúmeros problemas, mas pelo menos podemos dizer que somos um povo que tem liberdade de ir e vir, de expressão, etc.

    Mas assim… o seu marido ainda não conseguiu ter a cidadania brasileira? Ouvi dizer que um estrangeiro casado com uma brasileira (ou vice-versa), leva aproximadamnete 5 anos para conseguir essa segunda cidadania, se é que posso usar esse termo. É assim mesmo?

  2. Olha, na velocidade que as coisas andam aqui, acho que vai ser mais fácil ele completar 30 anos!! ehehee Estamos nos processos já faz mais de um ano, claro, mas ainda nem o cartão do RNE ele tem ainda. Só com isso pode se dar entrada na cidadania brasileira. Aqui quando o assunto são os estrangeiros existem várias etapas que devem ser cumpridas, inclusive uma visita de um policial federal na sua casa, para checar se realmente vivem juntos.

  3. wow!!!! Quanta burocracia tanto de lá quanto aqui!!!
    Que pé será que está meu habibi?!
    bjkas …

  4. puxa marina, q barra esse negócio do exército…=/ e ainda tem gente q reclama de ser convocado aki no brasil!!

  5. Fiquei triste em saber que vcs nao poderão voltar ao Egito por um bom tempo, isso é muito ruim, espero que as coisas se resolvam logo pra que o Mustafa tenha logo a cidadania brasileira e possa ir e vir livremente e mais facilmente.
    beijinhos

  6. Pois é Marina! Tal como tu dizes! O exército no Egipto não brinca. O Osama encontra-se na mesma situação em que o Mustafa estava quando saiu daí, só que ainda não é Agosto,hehe! Isto é muito complicado pois ele adora a pátria dele e eu também gosto muito de cá estar, mas se ele ficar quase de certeza terá que alistar-se. Ele garante-me que é só por um ano devido á graduação académica que tem, mas nem que fosse 1 mes eu acho aquilo uma violência! A minha familia em Portugal não o conhece, aliás ninguém em Portugal o conhece(pessoalmente, claro!).Ele vai empatando na faculdade com a última cadeira mas se ele ficar este verao no proximo ano vai de certeza porque não dá pa empatar mais exame na faculdade.ja tem 25 anos.no entanto este ano será dificil porque a familia cá precisa imenso dele por ser o filho mais velho.esta situaçao do exército preocupa-me, apesar de ele concordar que é uma obrigação cívica que ele deve fazer para proteger o país dele. Sim se fosse para protegê-los só a eles, mas revolta-me ver o Mubarak com as costinhas quentes(espero que percebas o que quero dizer com isto).insha ahla tudo ficará bem… Bj

  7. kkk…. Se forças armadas fossem boas não precisavam “convocar”, bastavam “convidar”. Nem existiria alistamento “obrigatório”. kkkkk

  8. Muito interessante…. nao tem idade certa para eles se alistarem..
    Em que casis eles podem ser dispensados?

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: