Porque casar?


Aproveitando o último texto, gostaria de fazer um breve comentário sobre algo que fui ‘cozinhando’ dentro de mim durante estes dois anos de casamento.

Eu falo da minha história para todos, até no ônibus se deixar eu falo de Egito. Às vezes tenho que me controlar, ou fico parecendo aquelas pessoas pentelhas, que não sabem virar o disco. Mas não tem jeito. Sempre que me perguntam se sou casada ou algo do tipo, o Egito pula da minha boca, e aí aparecem mil perguntas, como pode, como foi, como é. Engraçado que algumas pessoas, no fim, tem ainda a coragem de me perguntar. “Mas você está feliz?”

Parece que é até proibido ser feliz, e escolher que quero sim casar, me dedicar a uma pessoa. Tudo isso porque a história é diferente, não aconteceu da forma “normal”. Outro dia, no trabalho falando com um pessoa altamente instruída e valorizada, sem querer entramos num assunto pessoal e o papo caiu no Egito. A pessoa me fala. “Mas que loucura isso, como uma mulher intelegiente e formada como você fez uma coisa dessas.” Eu nem sabia o que responder, fiquei com o queixo caído tamanha ignorância. Ele ainda quis dar o exemplo de uma parente, que foi para Itália casar e se deu mal. E daí, não tem gente que se dá mal no Brasil também, casando com o vizinho até? Mas odeio que me coloquem num saco de generalizações.

Quando eu falei que ia para o Egito, pedir demissão, parecia que eu tinha morrido. E que meus passos eram em direção para um caixão. Tudo era choro, melancolia, dor. Engraçado que ninguém parou para notar que eu não estava indo me drogar ou pular de um prédio, mas indo fazer uma coisa bonita, que é o casamento.

Hoje, confesso que muita coisa mudou. Principalmente dentro da minha família (digo meus pais e irmãos), finalmente as mágoas se foram e estamos mais unidos do que antes. Já fora deste pequeno círculo, poucos foram os sobreviventes ao bombardeio. Eu tenho mania de esquecer as ofensas, sou uma pessoa que se renova a cada dia e não consigo guardar raiva por mais que alguns meses. Num passe de mágica, simplesmente uma hora eu paro de ter raiva e deixo para lá. Mas tem gente que adora ressucitar preconceitos, grosserias e assim segue a vida, por isso não dá pra esquecer deste assunto ainda.

Espero que um dia as pessoas aceitem que eu sou plenamente feliz e que estou mais viva do que nunca! Que deixem a inveja e a vontade de falar mal de lado, e esqueçam que eu exista e vão encher o saco de outro!!!!!!

…pronto, falei 😀

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em janeiro 28, 2009, em No Brasil e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. tá certíssima vc! o importante é o q vc sente, e não o q os outros acham q vc deveria estar sentindo…esses papos de doido q as pessoas vem pra cima da gente, eu em! =P

  2. Engracado como a sociedade moderna admite tantas coisas e castiga o que sempre foi mais importante na vida da gente: a felicidade. Se voce tivesse se mudado para o Egito porque conseguiu uma promocao no trabalho talvez ninguem falaria nada e te dariam os parabens. Mas casamento ultimamente anda fora de moda… o amor anda fora de moda… Uma pena…

  3. hehehe apoiada companheira de luta! abaixo a discriminação e a pentelhação sobre a vida alheia!!!
    Sou como tu, cara escritora, a todo momento falo do Egito, da religião como se fossem coisas normais que fazem parte da minha vida … e não é que desisti de falar sobre isso? Realmente não podemos abrir sobre a nossa vida, objetivos com qualquer pessoa. Primeiro porque as pessoas tem inveja, depois viver uma vidinha medíocre pela falta de coragem de mudar o que está ruim e por último saber que do outro lado do oceano há alguém disposto a me amar, respeitar e viver comigo … e que sempre diz pra mim … for ever!!!!! hehehehe

    bjkas!!!!!!!!!!!!!!1

  4. Ficou meio sem sentindo a parte fnal do meu texto. heheheh
    O que eu quis dizer é que: as pessoas tem inveja porque temos coragem de viver algo que sentimos dentro de nós;
    Porque são pessoas que preferem ficar reclamando para todo mundo do marido, casamento, trabalho … mas não tomam atitude para mudar o que não estão gostando;
    E, o golpe final! É possível amar e ser amada SIM!!! Basta abrir o coração e a mente para as oportunidades que a vida nos dá.

    Agora acho que ficou melhor né? hehehe
    bjkas

  5. Sinto isso tudo, Marina!

    Eu sou a pessoa mais feliz do mundo pq tenho um noivo que me ama de verdade, da maneira mais pura e sincera que pode haver. O único homem que apareceu na minha vida e me fez pensar em casamento (eu, que nunca tinha pensado!). Crime ? Ser estrangeiro de país pobre!

    Por que as pessoas não aceitam? Só pode ser o que a Júlia disse: as pessoas tem inveja, pq elas mesmas não tem coragem de mudar e preferem passar a vida inteira reclamando!!!

    Por isso que agora a minha resposta a essas pessoas é só uma: o silêncio!!!

    Beijos!

  6. Oi meninas, adorei os comentários de vocês! Ainda bem que não estou sozinha neste sentimento!!!

  7. Marina,

    vc está certíssima, e que bom que você achou as palavras que eu queria poder ter te dito quando vc pensou em parar o blog.

    Infelizmente as pessoas tem medo de correr atrás da felicidade e desestimulam os que fazem isso.

    E quando falamos em casar, com um suposto estranho, sem o tal test-drive, estrangeiro… nossa… a cara de pena que as pessoas nos olham é no mínimo engraçada… Mas acredito que é porque esqueceram o verdadeiro sentido do casamento, esqueceram seus valores…

    Eu já ouvi até que é melhor um brasileiro pq pelo menos conhecemos as manias deles….pode?

    bjs

  8. concordo com todas hihihi
    as pessoas pensam que todos devem ser felizes, mas dentro de um padrão que elas mesmas criam dentro de suas mentes, felizmente nem todos são iguais, e posso dizer q somos guerreiras q mesmo contra uma sociedade q se diz “aberta” acaba fechando os olhos para muitas coisas como o amor entre duas pessoas que não se conhecem mas querem se casar, qual o problema nisto? é revolução demais ou antiquado demais? vai saber o que se passa nessas mentes :S hihihi

  9. ola… ainda bem k encontro um caso destes…
    sempre tive paixao pela cultura arabe, principalmente egipcia…
    a verdade é k m converti ao islamismo á 2 anos e estou com um pé virado para o kuwait… mas, como sabe,ja meio mundo está me julgando… tudo a falar do casamento de mulheres catolicas com muçulmanos vira desastre… enfim…. se d algum modo me poder ajudar ou dar exemplos da sua vida quotidiana, agradecia imenso…

    beijos e muitas felicidadas

    sallam alaycom

  10. Compreendo-te tão bem! Passei exactamente pelas mesmas coisas, parecia que ia para a forca. Que raiva! A ignorância e a intolerância das pessoas à minha volta! Muita gente nunca esperei que tivesse certas atitudes e outras pessoas me espantei pela força que me deram!… enfim, a vida cheia de surpresas!

  11. oi gente!!!
    olha aqui mais uma entre tantas!! sempre eu que achei q era a unica louca no mundo!! bem, quem realmente me conhece de fato sempre soube q eu era, mesmo antes de conhecer meu namo…mas tenho certeza assim como todas vc que louccuura é de fato uma qualidade do que defeito, pois a ela te da coragem e força pra lutar pelo seus sonhos!! é assim q desejos são realizados e não pela lampada magica de Aladin..rsrsr mas bem q podia né seria mais facil..Bem mas tbm por ser amores mais dificies nós damos mais valor e valorizar quem se ama e lutar por ele em todas as circustnacias é o torna duradoudo..pelo menos essa é minha opinião…diarimante escuto tanta barbaridade fico roxa de raiva mas me controlo e é por isto que estou aqui..infelizmente eu não tinha tantos argumentos alem do amor que sinto pra debater com estes pensamentos incabívies…eu estava triste mas não mais fraca…hoje faz 6 meses exatamente que eu e meu argelino estamos amando pelo menos motivos que vcs…Nós nos conheceremos nno proximo ano…Ah marina depois que eu encontrie seu blog viciei..rsrsrsr e sigo sempre o que vc diz sobre estar fazendo a coisa certa…ainda tenho que aprender muito sobre o Islan mas ja estou encantada com tanta bondade e amor por Deus e seus servos..Ah obs os pais do meu namorado meu aceitam sim sempre que posso converço com a mae dele que um amor de pessoa e diz q torce muito pra nós dois..Uma vez o pai dele madou ele sai do pc ele ficou bravo e o pai respondeu vai pro Brasil que pessoalmente é melhor rsrsrsrsrsr…Acho que ja escrevi demais rsrsrsr eu estacom com preguiça de deixa um comentario mas quando coemço dificil largar..Agora menninas torçam por mim tbm!!! espero que todas nós consigamos nossa plena felicidade com nosso amores estrageiros…

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: