Uma brasileira de burka (niqab, na verdade, né?)


O título está errado, de propósito. Para mostrar como às vezes confundimos as coisas e julgamos tudo como igual sem fazer idéia do que seja e do que algo tão simples pode representar para uma pessoa. Semana passada o presidente da França, Sarkozy, disse que a burka – também se referindo aos niqabs, porque duvido que alguém use burca na França – é um símbolo de repressão à mulher e que não deve ser aceito no país. Peraí?

Liberdade não é cada um escolher o que quer, como quiser? Não foi lá que houve a tal chamada Revolução Francesa, justamente defendendo esta palavrinha “LIBERDADE” e até hoje estudada em tudo quanto é livro escolar. Acho que liberdade vai além, não é só ditar como sendo permitido o que é comum, assim como restringir quem quer ser diferente.

Infelizmente, não existe liberdade real em nenhum lugar do mundo. Todos te julgam pelo olhar da cultura dele e como acham que todos deveriam ser. E assim é com o niqab – ou a burca. Para os ocidentais, é incocebível alguém se cobrir por vontade própria. Para muitos muçulmanos, é ao contrário, incocebível um homem de família deixar sua esposa, mulher ou filha andar descoberta e estar sujeita a olhares. Como unir dois mundos? Será um dia isso possível?

Para quebrar o mito de que a burka/niqab é coisa apenas de mulher reprimida, conheça antes uma mulher de niqab. Apresento a vocês a Halima, brasileira, casada com brasileiro, que vive hoje no Egito e usa niqab por livre e espoentânea vontade. Confiram a entrevista que fiz com ela logo abaixo (as respostas estão sem acentos pois o teclado é árabe):

1 – Niqab e burca é a mesma coisa? Porque algumas mulheres optam por esconder o rosto completamente ao invés de só usar o hijab?

Niqab e uma peca unica pequena que envolve apenas o rosto, sem que a abaya (roupa islamica) prescise ser retirada quando desejar tirar o niqab estando na presenca apenas de mulheres ou familia. Ja a Burca e uma peca unica que envolve todo o corpo, da cabeca aos pes.

O Niqab esta na sunnah [tradicao do Profeta (saws)] atravez de ditos das proprias esposas, especialmente Aisha (ra) onde certa vez narrou: o Profeta (saws) costumava rezar a fajr e algumas das mulheres crentes cobriam-se com seus véus para rezarem com ele e então elas voltavam para seus lares irreconhecíveis a fonte esta em Sahih Al-Bukhari Volume 1, livro 8, hadice 368, e esta descrito no Al Corao “e quando você pede as mulheres deles por alguma coisa peça a elas por detrás de uma tela, isso é mais puro para o seu coração e para o coração delas.” (Surata Al ahzab: 53).” Alguns sabios dizem que esta ordem e dada para as mulheres de toda Ummah (nacao islamica) ja outros sabios dizem que foi apenas para as esposas do Profeta (saws).

Na minha opiniao, o Niqab nao e obrigatorio, porem dependendo do pais e a situacao onde estiver e necessario para evitar fitna (intrigas) assim como na epoca do Profeta (saws). Ja algumas irmas usam por entenderem como uma obrigacao.

2 – Uma mulher que usa niqab é mais religiosa que uma que não o usa?

Allahu 3allam (so Deus sabe), assim como pode existir hipocresia entre homens que usam uma longa barba ou uma irma que use hijab correto, pode existir a hipocresia entre aquelas que usam niqab tambem, eu nao posso julgar, e na verdade ninguem pode, so Allah, mas o niqab, pelo menos no meu entendimento, nos faz ter mais temencia em Allah com atitudes do dia a dia.

3 – Você é brasileira e convertida e optou por usar o niqab. Foi difícil esta decisão e porque a tomou?

Na verdade tinha vontade de usar o niqab quando estava no Brasil, mas nunca tive coragem, pois como podemos imaginar, deve ser muito complicado usar por la, pois infelismente ainda existe muito preconceito e deturpacao para com o Islam e os muculmanos. Mas ja previa que quando colocasse meus pes na Siria, (primeiro pais estrangeiro onde morei) sentiria um desejo enorme de vestir o Niqab, pois eu nao seria uma estranha por isso. Mas por que tomei essa decisao? Primeiramente por que prescisava melhorar muito em minhas atitudes como muculmana, e sabia que com a responsabilidade de usar o Niqab isso viria naturalmente, segundo que num pais como a Siria e o Egito sinto que e muito necessario, pois sendo uma estrangeira ocidental muculmana passaria por alguns ascedios, e antes de usar realmente foi isso infelismente o que aconteceu.

4 – Acha que no Brasil será fácil usar o niqab também? Terá de se resguardar mais?

Com certeza nao sera facil, mas procuro nao pensar nisso agora, porem caso eu nao consiga “aguentar o tranco”, nao vou me sentir culpada por tira-lo, pois Allah sabe melhor de nossas intencoes. Realmente e muito complicado se “resguardar mais” num pais como o Brasil, por exemplo, na Siria, quando eu ia fazer compras sozinha sentia um pouco de dificuldades em ser atendida, pois alguns por muita temencia em Allah evitava o maximo em me atender! Parece estranho ne? mas muitos alem de nao me olhar nos olhos, evitavam me atender! rsrs Alem disso o ideal e que uma “munaqaba” (termo usado para uma mulher que usa niqab), recate o olhar ainda mais do que com o hijab, (pois os olhos chamam muita atencao), alem de baixar o tom de voz. Como fazer isso no Brasil sem que achem que somos oprimidas? Fora o problema da dawah (divulgacao do Islam), sinceramente nao consigo imaginar uma pessoa me perguntando sobre o Islam enquanto uso niqab, claro que isso assusta para quem nao esta acostumado. E como pretendo trabalhar com a Dawah no Brasil nao sei se sera possivel, sinceramente. Que Allah facilite em minha decisao.

Em paises da America do Norte e Europa, podemos ver munaqabat (mulheres de niqab) com facilidade, porem isso nao significa que elas nao encontrem dificuldades e preconceito. Por exemplo, ao entrar em um orgao do governo, ou ate mesmo num banco e presciso passar pelo constrangimento de ter de tira-lo na frente de todos.

5 – Eu já conheci mulheres que usam niqab e com certeza você conhece outras tantas. É comum a mulher ser obrigada a usa-lo ou isso geralmente parte de vontade própria dela?

Calro que isso acontece, assim como por exemplo as mulheres do Afeganistao com o regime Taliban sao obrigadas a vestirem as burcas, deve existir muitos irmaos ignorantes que obrigam suas mulheres, filhas e irmas a usarem o niqab, e que Allah tenha misericordia desses. Mas Alhamdollillah (gracas a Deus) existem muitas que usam por vontade propria, porem muitas as vezes sofrem o preconceito pela propria familia pela sua decisao.

6 – O que você acha do discurso do presidente francês Sarkozy sobre o tema, propondo uma lei para banir o niqab na Europa, pois é algo que reduz a mulher?

Bom, meu comentario sobre qualquer decisao que o Sarkozy toma perante a Ummah (nacao islamica), e de que Allah tenha muita misericordia dele. Nao sei se tem a ver fazer esse comentario ja que estamos falando sobre outro assunto, mas infelismente muitos irmaos estao sendo deportados aqui no Egito pelo simples fato de serem franceses!!! Ou seja, o proprio Sarkozy pediu ao governo egipcio para que deportem esses irmaos para que nao adiquiram conhecimento na religiao, isso nao e muita ignorancia?

7 – Como você se sente ao usar niqab? É uma mulher completa?

Me acostumei em usar o niqab, assim como estava acostumada em usar apenas o hijab no Brasil, no inicio tinha uma especie de medo em cada passo que dava, pois o niqab ao meu ver e uma grande responsabilidade. Hoje sou uma mulher completa por que Alhamdollillah sou convicta da minha adoracao em Deus unico e em obedece-Lo, alem de estar muito bem casada com um brasileiro muculmano convertido tambem, que me apoia, me ama, me respeita, me aconcelha em todas as decisoes que eu tomo, inclusive quando tomei a decisao de usar o niqab.

8 – Muita gente adora dizer que o niqab é ruim pois é negro e no verão a mulher sofre muito com ele. Você passa calor desta forma ou existem tecidos próprios para o verão?

Calor passa um pouco sim, alias no verao damasceno e com os 40 graus que esta fazendo no Cairo passa muito!!! rsrs, mas e questao de se acostumar, costumo dizer que o inferno e mais quente, entao se isso estiver trazendo algum beneficio pra mim, com certeza sera o beneficio da vida alem tumulo, inshallah!! (Se Deus assim quiser).
Existem tecidos muito frescos que infelismente nao sei o nome, e infelismente nao tem no Brasil, mas os niqab sauditas sao os mais frescos.
Aqui no Egito encontramos muita variedade de cores e estilos, o que torna o niqab “mais leve” aos olhos daqueles que possam achar ruim ou feio.

9 – Por fim, se quiser deixar mais alguma mensgem sobre o niqab, fique à vontade para fazê-lo.

Sobre o niqab ou so sobre o hijab, vou deixar aqui um versiculo do Qur’an com as palavras de Allah que e Quem merece todos os louvores e com certeza Ele fala a verdade.

“Oh Profeta! Fale para suas esposas e suas filhas e às mulheres dos crentes que se encubram em suas capas (jalabib, jelbab). Isso é mais adequado para que sejam reconhecidas e não sejam molestadas. E Allah é Perdoador, Misericordioso”. 33:59

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em junho 30, 2009, em No Egito e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 53 Comentários.

  1. Que interessante, eu lembro que sempre em encontrava com uma mulher no onibus em Toronto que usava o Niqab, e eu na minha ignorancia pensava: “nossa, por que sera que ela usa burka num pais como esse?”
    E te digo, eu ainda pensava assim ate antes de ler esse texto.
    Obrigada.
    Bjocas

  2. Podem me explicar um milhão de vezes, mas continuo achando machismo. Pq os homens não usam niqab tbm ????

    (já tô aqui aguardando insultos de algumas muçulmanas mais intolerantes)

    • Sheila, talvez pq vc não seja muçulmana não entende os pormenores e verdadeiro sentido! Mesmo algumas muçulmanos não se sentem obrigadas a usar o hijab, mas porque não estudaram em profundidade muitas coisas da religião. Não é algo tão simples assim como pode parecer, por isso é até difícil para muitos entenderem.

      beijos!

  3. Ótimo post. Bem esclarecedor. Citei no meu blog.

  4. Gostei muito deste post, Marina.
    É sempre bom oferecer o ponto de vista de muslimahs que usam tais roupas, quebrando aquela idéia de repressão tão famigerada.
    Claro que há casos distintos, mas muitas adotam os trajes por vontade própria.

    Gostei de ler o depoimento da Halima.

    Aqui nos Emirados a maioria das mulheres emirenses usam abayas e niqabs. Algumas usam burqas também.
    E acho tudo muito natural.
    E existem vestimentas muito bonitas ainda por cima!!

    Quanto aquela história de ‘se a mulher usa por que o homem não usa também?!’…
    Eu vejo de uma forma bem simples… homens olham para mulheres e podem deseja-la.
    A mulher se comporta de maneira diferente.

    E aqui volto a deixar clara aquela minha idéia de que mulheres e homens são diferentes, portanto tratamentos diferentes, coisas diferentes e adequadas a cada um.

    Beijos

  5. Alguém saberia me informar(please…) por que freira sempre usou aquele pano na cabeça e ninguém diz nada? Ou por que as q já Ñ usam mais, tem sempre o cabelo curtinho? Creio que seguindo o mesmo raciocínio do Islam, que o cabelo tem lá seus atrativos. Mas tudo é puramente cultural. Mulheres despidas não ofereciam nenhum atrativo aos índios por aqui; a portuguesada e outros ficaram loucos. Séculos atrás, as mulheres andavam na Europa(dependendo do lugar) com os seios saltando aos corpetes, mas a relés visão da ponta do seu pé por um homem levava-o a uma salivação canina. Por que tbm ninguém comenta nada sobre a submissão das mulheres ocidentais? AAAAH!! Porque por mais que digam que elas são independentes e “livres”, boa parte delas vive sua vida em função de agradar o seu ou algum Homo sapiens sapiens interessante. Diga-se de passagem q ninguém critica o mulherio qdo fica “blond de farmácia”, morre nas lipo, gasta fortunas em produções etc, etc…Ñ vem que ñ tem!!! Me dizer q ela faz isso p/ si própria. Entããão, se as mulheres muslim se resguardam ou ñ p/ seu esposo, quaaaaaal o problema? Que me desculpem, por vezes sou desagradável. Sou uma cristã rebelde e com certeza seria tbm uma muslim, budista, hindu, confucionista e blá, blá, blá rebelde.

    • Angel, eu penso um pouco como vc. Acho que são dois tipos de submissões diferentes, mas claríssimas. A obrigação em tudo revelar e a escravidão estética, já que a beleza sempre foi moeda de troca pra garantir a ascenção feminina , desde que o mundo é mundo. Por outro lado o medo , quase esquizofrênico, de despertar qualquer desejo no homem, no outro, no mundo muçulmano.
      E a culpa sempre recaíndo do lado feminino, é a mulher que deve se esconder e proteger, nunca o homem. Assim como se vc for estuprada no ocidente ainda vai ouvir se provocou alguém.

    • uma freira é adulta quando decide se tornar freira
      uma criança muçulmana é forçada a tapar o cabelo com 12 ou 13 anos só porque tem a menstruação
      MUITO diferente, né?!?!?

  6. Aqui em Portugal não é muito vulgar ver mulheres de hijab, mas fui recentemente a Londres e vi imensas por lá.
    Quando dizes que para os ocidentais é inconcebível que uma mulher se cubra por vontade própria, não me parece que seja tão verdade assim,no caso especifico de Londres, numa loja de uma grande cadeia internacional, fui atendida por uma moça de hijab e achei normalíssimo.
    Tolerância é o que faz falta neste mundo actual…
    Beijinhos
    Cris (Portugal)

  7. Obrigada pelos comentários de todos e acredito que este tipo de tema precisa ser mais debatido na nossa sociedade, que também não gosta de mulher de hijab, infelizmente. Na enquete da Folha sobre a burca metade das pessoas acha que deve ser proibido mesmo, ou seja, estamos longe de uma mentalidade aberta por aqui também.

  8. Pessoal, desculpem minha ignorancia, vou procurar no google para eu saber como exatamente é essa vestimenta. Já vi tantos estilos, que já nao sei mais definir por nome. A mãe do meu habib usa tipo burca preto e óculos escuros, mas ele nao chama de burca nao… mas tb nao lembro a palavra que ele usou.

  9. Marina,

    Sarkozy é facista. Fato. Mas é presidente da França e foi eleito pela maioria, ainda que o voto não seja obrigatório e muitos não tenham comparecido nas urnas.

    O iluminismo nunca defendeu a religião na esfera pública. Voltaire idem, não pregavam o ateísmo e ,sim , uma nova reflexão, mas eram unânimes em retirar a fé da esfera social e política. Assim como a postura em proibir a manifestação religiosa nas escolas, lenços, quipás e crucifixos, todo símbolo religoso. Dentro desse raciocínio o Sarkozy continua com lógica, ainda que eu o ache detestável.

    O estereótipo muçulmano é extremamente negativo. Usar lenço, abaya, niqab ou burka cria uma disntinção entre os demais. É um símbolo da sua fé. Em uma sociedade não islâmica isso chama mais atenção. A muçulmana que se cobre carrega consigo, no olhar do outro, todos os estigmas possíveis.

    Halema usa pq que condiz com a sua fé e o ambiente em que vive. SAbiamente lembrou que hipocresia existe em todo canto.

    Ela tbm disse que vc pode usar o niqab para evitar a falação, um motivo absurdamente fulgaz, que talvez faça sentido em um ambiente que o coletivo é maior do que o individual.

    Marina, eu acho tão claro o pq muçulmanos e não muçulmanos estão fadado a não se compreenderem. Aliás, quaquer religioso que acredite na sua revelação e queira viver de acordo com as escrituras está fadado a nunca se entender com o mundo moderno. O choque é esse.

    O que está escrito, revelado, é a verdade, como viver diferente disso?
    O problema é que uma parte do mundo a fé não interfere literalmente no cotidiano e como isso é “diferente” a reação é o medo etc!

    Sobre o Brasil, comunidade muçulmana aqui é minúscula. Venhamos e convenhamos que os dados do IBGE e da sociedade beneficente muçulmana são ultra discrepantes. Concordo que o número do IBGE deva estar atrasado, já que o censo é antigo, mas 50 mil e 1 milhão?Haja margem de erro…rs…

    Em SP, apenas quem frequenta a zona leste ou SBC deve estar mais acostumado a ver mulheres de lenço, quem dirá niqab.Aliás, judeus ortodoxos causam o mesmo estranhamento com sua barbinha!

    bjs

  10. É, realmente morei em Londres e existem muitas mulheres de Hijab por lá, engraçado que desde que pisei o pé lá, Nunca achei estranho. Estudei com 3 senhoras na escola de Ingles que usavam Hijab… Somente no banheiro feminino que tiravam para ajeitá-los. Uma era do Sudão, uma do Egito e a outra não me recordo. Nunca achei estranho. Mas aqui no Brasil, o preconceito é de tudo um pouco. Eu usava saia longa e me chamavam de CIGANA. Uso lenço na cabeça e inventam apelidinhos, de faxineira e tal. Então é teste de paciência sempre. Eu mesma por ser descendente de libanês, sempre fui chamada por inúmeros apelidos. Numa sociedade tão Mix como a nossa, infelizmente ocorre isso, por conta da educação acho do país.

  11. A LIBERDADE DE EXPRESSÃO É RELATIVA.
    AFINAL, O Q ELA SIGNIFICA NO CONTEXTO CULTURAL, POLÍTICO OU RELIGIOSO DE CADA POVO? DE CADA ÉPOCA? AINDA É POSSÍVEL SEGUIR DITAMES TÃO ANTIGOS?
    CERTOS PRECEITOS MORAIS E SOCIAIS CONTINUAM AINDA DE MUITA VALIA, OUTROS SERIA NECESSÁRIO UMA RELEITURA, ÓBVIO. MAS COMO FAZÊ-LO SEM COM ISSO CAUSAR DANOS A SUA FÉ OU TRADIÇÃO?
    EM SUMA…O SERES HUMANOS GOSTAM MESMO É DE DISCRIMINAR, CRITICAR E ATACAR. É INERENTE DA ESPÉCIE DITA RACIONAL( ATÉ ONDEEE O É???). Ñ IMPORTA O Q SE COMA, REZE, VISTA OU ESCOLHA.
    EM QUALQUER MOMENTO DA VIDA, PADECEMOS POR ISSO. SE ESTICAR A LISTA DE EXEMPLOS, DARIA DESGOSTO ESTAR VIVO. INÚMERAS SÃO AS PROBALIDADES DE ENCARAR QUANTAS NA VIDA???
    SOCORRO!!! POR QUE Ñ UM QUADRÚPEDE ?

  12. CORREÇÃO:
    POR QUE Ñ NASCI UM QUADRÚPEDE?

  13. Nada tenho contra o hijab, pelo contrario, acho lindo.

    Mas niqab e burka, me desculpem, mas considero uma prisão. E discordo veementemente qdo a Gori diz que homem e mulher são diferentes e merecem tratamento diferente. Por conta deste tipo de raciocínio é que o SEXISMO e a submissão da mulher nunca acabarão.

    Se o homem deseja e assedia a mulher sem hijab ou niqab, quer dizer que a culpa é da mulher? Não é machismo demais? Não deveria-se educar os homens para viverem numa sociedade mais igualitária entre os gêneros? Por que em vez disto, culpa-se a mulher??? Me desculpem, mas isto é retrógrado demais pra minha cabeça. E lembrando de que o fato de eu não encarar o niqab com naturalidade não faz de mim uma pessoa vulgar que adora exibir o corpo.
    Nem tanto ao mar, nem tanto a Terra. A mulher é escravizada nos 2 lados: ou qdo se apaga qualquer resquicio de sexualidade, ou qdo se exacerba a mesma.

    Homens e mulheres de mãos dadas e IGUAIS SIM!!!!! Por que não????

  14. Olá! Desculpe te corrigir, mas eu já vivi na França e lá há sim mulheres que usam burca, embora seja bastante raro. ´E, sim, a lei é sobre a proibição da burca e não do niqab ou hijab

    • oi Iara, não precisa pedir desculpa não, mto pelo contrário acho legal qdo as pessoas acrescentam informações!!

      Sobre a lei, eu não sei não se não estão considerando o niqab, já que muitos confundem as duas roupas, além do que o niqab tb esconde o rosto da mulher. Toda vez que li reportagens sobre o tema botaram fotos de mulheres de niqab, será que a lei tratará dessa diferenciação??

      beijos

  15. Faço coro com a Sheila. Fico me perguntando quando é que as mulheres serão respeitadas INDEPENDENTEMENTE daquilo que elas usam.Pelo jeito nunca, né, pois são as próprias mulheres quem insistem em perpetuar esse tipo de atitude retrógrada e machista.

  16. Obrigada pelo post Marina e Halima, adorei.

  17. Obrigada pelo post Marina.
    Aproveitei para me esclarecer mais sobre este assunto, que para mim, devo dizer, ainda continua meio difícil.
    Não o Hijab, com o qual encontro várias semelhanças na minha cultura regional e religiosa, mas com a burka/niqab.
    Não porque ache que as mulheres que as usam sejam obrigatoriamente reprimidas, não porque ache que sejam violentadas ou algo disso. Apenas porque sinto que se querem proteger tanto do mundo, que para mim é difícil socializar com elas. Porque não tenho expressões faciais ao dispor dos meus olhos para melhor poder descodificar a mensagem que me transmitem enquanto falamos, porque sinto que se querem proteger tanto que me afastam. Porque tenho medo que qualquer frase ou atitude minha possa ser demasiado invasiva. Para mim, burka/niqab significa o mesmo que um letreiro “do not disturb”.
    Claro que para elas isso não é um problema! É um problema meu!!Eu é que tenho dificuldade em me relacionar assim. Mas um problema suscitado pela sua forma de se vestir, claro.

    Agora, se estamos a falar de utilizar este vestuário em países em que sejam norma, por protecção, por costume…pois então, é assim, não é, tem que ser.
    Aqui em Portugal, sinceramente, burka/niqab atrai mais atenções e olhares que qualquer roupa formal conservadora. E isso é totalmente o contrário do pretendido, ou seja, de evitar olhares, de salvaguardar a modéstia e o passar despercebida.
    Um beijinho!!!

    P.s: voltei, e finalmente venho comentar aqui…deixei o teu para o último, exige sempre muita atenção!!! E sim, isso é bom, ok???

  18. Assalamu Alaikum
    Mash’Allah! Muito boa a entrevista!

  19. Salamu alaykum!
    Tive o prazer de conhecer a irmã Halima e fico feliz por ela poder se aprofundar cada vez mais na adoração a DEUS. Tenho certeza que ela irá fazer muito pelo islã quando voltar ao Brasil.

  20. pq o presidente francês é críticado ao inibir manifestações religiosas que nem são típicas de seu país, enquanto em países muçulmanos, por exemplo a mulher que não usar a vestimenta adequada é mal vista e pode até sofrer punições?
    Não posso sair do Brasil e ir tomar uma cerveja em um país muçulmano!
    Pq o ocidente tem que “engolir” rituais muçulmanos enquanto os muçulmanos não respeitam nossos costumes?
    Pq essa gente foi para a França então? pq existem países muçulmanos que proíbem outras manifestações religiosas e o ocidente não pode proibir?
    sou da mesma opinião do sarkozy!

    • Oi Julia,
      acho que o problema não é proibir por proibir!! É errado no Islam vc proibir alguém de ter sua religião, se isso é feito em nome da religião, as pessoas estão erradas. Na Arábia Saudita sim é proibido outras manifestações religiosas, pois ali é o berço do Islam e o local onde recebe peregrinos para Makkah. Concordo que o Vaticano, por exemplo, não deveria deixar alguém pregando coisas de outra religião por lá, não é mesmo?

      A questão é que Sarkozy fala disso como se estivesse dando liberdade a estas mulheres, e não que seja possível esta ser a escolha delas. E quem é muçulmana escolhe sim usar o véu porque quer, e os franceses não entendem isso.

      beijos
      Marina

  21. Marina..PARABÉNS pelo post…esclarecedor e instigante!!!
    Troca, troca de opiniões, não concordâncias, vai ter sempre.
    Tempos atrás eu vi uma entrevista da atriz Débora Seco no programa do Serginho Groisman..O marido dela joga em um país ÁRABE e ela por respeito usa o Hijab lá. E ao encontrar uma mulher com Hijab ou burca, não lembro agora, ela perguntou se ela não se sentia submissa ou reprimida por ter que se esconder , se tapar toda. A mulher respondeu com uma pergunta: Como é que vocês brasileiras se sentem quando estão quases nuas ou nuas desfilando no carnaval para satisfazer os olhares masculinos?
    Isso não seria submissão também em seu país?

    Para mim Deus é único, não importa como o chamamos, devemos apenas sentí-lo e respeitá-lo. Toda religião que acredita em DEUS deveria ser única.
    Não conheço muito sobre a religião mulçumana, mas à partir de amanhã estarei indo estudar na Mesquita aqui da minha cidade, por decisão minha, porque quero aprender mais sobre a religião e costumes do meu amor árabe.Ele não pediu nada, mas sinto de coração que o devo fazer. Irei usar o Hijab e meu amor já pediu que se um dia casarmos (ele já diz que sou a esposa dele) quer que eu o use. Irei usá-lo com o maior prazer e de coração.
    Não sei (se isso acontecer de verdade) como será morar em um país árabe /mulçumano, mas se estou começando um relacionamento com um mulçumano tenho que entender antes de tudo como será a nova vida, pois a decisão será minha e não haverá culpados depois.
    Morei na Europa, conheci muito pouco da França, mas são nacionalistas demais,tudo que é Francês é melhor…Não estou julgando, apenas comentando.
    Violência contra a mulher, crianças, etc…existem em todos os lugares…Usar Hijab, Burka, para mim é a menor delas!
    Abraços Marina

    • Oi Mara,

      obrigada pelo comentario e por dividir essa historia da Deborah, eu nem sabia e achei interessante ela ter esse respeito… Espero que vc goste das aulas na mesquita e aprenda bastante, eh realmente uma religiao que encanta!!! Se quiser perguntar alguma coisa eh so escrever. Beijos!!

  22. Sinceramente fiquei mto emocionada ao ler a sua entrevista com Halima.
    Sou muçulmana e moro no nordeste do Brasil, e gostaria muito de usar burca e niqab.Isso é um desejo meu de resguardar o meu corpo e fazer o que o nosso Profeta (saws) nos ensinou.
    Que Deus nos abençoe!
    Salam!

  23. Tudo bem, vc e as mulheres de sua família são livres para deixar que o homem da casa decida o que vocês devem vestir!!!!!

  24. salam
    o homem tem cérebro diferente da mulher.

    o homem fica excitado visualmente, a mulher não.

    As naturezas são diferentes

    • Salam

      Então eu nasci homem e não sabia. Pq eu me excito visualmente SIM.

      É incrivel as justificativas que as próprias mulheres inventam para serem escravizadas. Chega a ser revoltante ver tanta mulher achando legal e correto ser submissa. Que nojo!

  25. moniquerosabrasil

    OI Sheila! ahahahahhahaha Claro que vc estaria “brigando” aqui, minha diva!
    Eu não questiono se é machismo ou não, se faz calor ou não, se é a roupa é feia ou bonita. É uma questão de fé e eu sei que se chegarem pra mim e disserem que eu não devo frequentar uma igreja porque pastor rouba, por exemplo, eu não vou deixar de frequentar pq isso é superior. Eu acredito que indo a igreja eu estou frequentando um lugar próprio para cristãos. Me entendam, as pessoas acham brega ir lá, dizem que eu sou muito inteligente pra ficar indo em igreja, que é ridiculo uma pessoa de 22 anos beata. Enfim, mas isso não importa porque eu penso ser a vontade de Deus e enquanto for a vontade de Deus eu o farei. Acredito que partindo desse ponto eu consigo entender porque uma mulçuma usa niqab (se não for isso, me corrija Marina). Vocês acreditam que é a vontade de Deus e que devem obedecê-lo (e ponto). Não adianta ficarem dizendo nada … usando argumentos que é machismo e tal. DEUS é superior, é ELE que manda. Na vida das pessoas que preferem não se apegar a fé, quem manda é o humanismo, a sua vontade tem que ser feita para que vc se satisfaça; e/ ou o humanitarismo, a sua vontade está condicionada ao que fizer bem a comunidade. Na realidade ninguém faz extamente o que quer, até uma prostituta tem sua regra de conduta, mesmo que essa seja “dá pra quem ela bem quiser”, Quando alguém grita:
    Eu faço o que eu quero! e acha que está sendo livre, ele se engana porque acabou de criar uma regra e se submeter a ela. A regra é: fazer o que ele quiser, que o coibe de obedecer alguém. Então ele está livre para fazer o que têm vontade e preso para fazer o que mandam ou orientam.
    As mulheres ocidentais e não mulçumanas estão, ambas, condicionadas a sua filosofia de vida. Então nenhuma das duas é completamente livre. Cada uma está na sua teia.
    SÓ DISSE ISSO TUDO, rs PARA QUE AS PESSOAS ENTENDAM QUE NÃO ADIANTA DIZER PARA UMA MULÇUMA QUE É MACHISMO USAR BURCA NIQAB , ETC… PARA ELAS ISSO NÃO IMPORTA. O QUE IMPORTA É FAZER O QUE O CORÃO DETERMINA. EU NÃO CONDORDO QUE SEJA A VONTADE DE DEUS QUE AS MULHERES SE CUBRAM TANTO E A TAL PONTO PARA QUE OS HOMENS NÃO PEQUEM. ACREDITO SOB UMA OUTRA PERSPECTIVA, QUE NÃO ADIANTA UMA MULHER ESTAR COBERTA OU NÃO SÓ DE PENSAR EM ADULTÉRIO “ELE JÁ ESTÁ EM ADULTÉRIO COM ELA”. Isso Jesus que disse, a parte em aspas. ACREDITO QUE OS HOMENS ORIENTAIS TALVEZ TENHA ACESA A LIBIDO QUANDO VÊEM UMA MULHER DESCOBERTA, PORQUE ELES NÃO ESTÃO ACOSTUMADOS, MAS UM BRASILEIRO COM CERTEZA NÃO PRECISA VER UMA MULHER COM UMA BURCA PARA RESPEITÁ-LA, SERÃO OUTRAS COISAS QUE IRÁ DETERMINAR ISSO.

  26. moniquerosabrasil

    TALVEZ UM BRASILEIRO NEM A RESPEITE COM UMA BURCA, NÉ?
    REALMENTE ESSA QUESTÃO AQUI É MAIS INDIVIDUALIZADA.
    AH E EU NÃO CONCORDO COM O USO OBRIGATÓRIO DE NADA, NEM DE SHORT DO É O TCHAN
    SARKOZY E A FRANÇA COMO TUDO QUE O HOMEM PENSAM, ALHEIO A DEUS, É MEIA VERDADE. TODOS OS SISTEMAS HUMANOS SÃO CONTRADITÓRIOS.NUNCA ACREDITEI NA IDEIA DE PARAÍSO NA TERRA QUE ESTEJA LIGADO A NENHUMA FILOSOFIA HUMANA. O IGUALITÉ, FRATERNITÉ, ETC TÉ É SÓ MAIS UMA MEIA VERDADE HUMANA, UM DIA (COMO DIRIA MEU TIO AVÔ) FAIA. hehe ISSO VALE PRA TUDO QUE NÃO SEJA VINDO DE DEUS.

  27. essa mulher e louca de pedra, imagina se deus vai uo nao mandar alguem para o inferno se usa ou nao burca, nesse mundo tem cada louco!!!!!

  28. Assalam alaikum irmãs.
    Para os não muçulmanos pode parecer dificil essa escolha, mas isso, é uma opção da mulher, o homen tem pensamento diferentes sim, voce ignorar que a natureza masculina que é diferente da mulher, é pura ignorancia.
    A mulher tem que ter livre arbitrio para escolher oque ela quer ou não usar, o niqab é a mesma coisa, soumuçulmana e meu maior sonho é poder usar o niqab no brasil, InshaAllah, que Allah me facilite e facilite a todas as irmãs que queiram usar. Escolhemos o hijab o niqab, e somos valorizadas por nossas ações não por nossas formas estruturais…
    Assalamu Alaikum wa rahmatullah wa barahkatuhu.

  29. Olá!
    Gostaria de lhes agradecer muito por este post.
    Sou estudante de Relações Internacionais, ocidental, (deveria ser cristao haha), etc
    Mas, ao longo da minha vida academica, passei por imensas horas de curso de Antropologia, e este post nos ajuda muito a praticar o que se chama de “exercício da alteridade”, ou mais simples: tentar enxergar o outro na posição do outro.
    É claro que, infelizmente, esse post nao bastou para o entendimento de muitas pessoas no que diz respeito ao significado que o islamismo e o niqab tem para a vida da moça entrevista.
    Eu, como futuro internacionalista, tenho sorte de estar sendo formado por uma instituição que preza nossa educação pelo viés da tolerancia, seja ela qual for.
    Espero que no futuro, nos internacionalistas possamos resolver essas questoes!
    Atenciosamente

  30. o que é uma burca? quem usa? que historia tem esse costume?

  31. Estamos no ocidente, onde estes costumes foram banidos há muito …

    Aqui, as mulheres não precisam se preocupar em criar desejos nos homens, porque existem leis que punem um homem que saia da linha e desrespeite a vontade de uma mulher … porque aqui homens e mulheres tem os mesmos direitos … se os homen árabes e muçulmanos não sabem se controlar, furem os olhos deles, oras, assim, vão aprender a respeitar as mulheres … ao invés d submeter elas a usar véus, burcas e tudo o mais … assim se resolve o problema …

    Tudo isso só porque um maluco, há 700 anos atrás, disse q falou com um anjo do senhor, e mandou ele criar uma nova religião e tudo o mais … e os trouxas da época acreditaram, se juntaram, tiveram filhos, escravizaram mulheres, e passaram esse comportamento geração após geração, até q isso chegasse até os trouxas d agora …

    Vc deve achar bonito o véu sim, cm o cachorro q se sente feliz e seguro e acha bonita a coleira q o prende … e se submete à vontade do seu dono …

    Sua ” liberdade d escoha em usar o véu ” nada mais é do q o funcionamento da pressão social numa mente fragil e de pouca instrução, a necessidade d se misturar ao grupo, e se identificar com ele …
    MEsmo q isso signifique perder o direito à sua liberdade …

    Pergunta : os homens muçulmanos não são tão respeitáveis pela sua obediência a Alá ?
    Pq ter q usar véus pra inibir os desejos deles ?
    Eles não podem ser simplesmente respeitáveis e pronto, e deixar as mulheres em paz ?

    Fred Vianna

    • Fred o tal profeta q vc diz q recebeu mensagem do anjo nao tem nem 700 anos que recebeu a visita do anjo, MAS sim mais 1400 anos.

      Ja parou pra pensar que nem tudo é que ideal pra vc pode não ser para outras pessoas?

      se informar é bom as vezes #ficadica

      Abraços

  32. Mulheres tem desejos tanto quanto os homens, negar isso é negar parte da essência humana, e viver uma meia vida, uma mentira, suas bestas, a não ser que as mulheres que vcs conheçam sejam defeituosas, ou estejam mentindo pra tentar se adequarem às aparências do q os fanáticos acham q deve ser uma mulher …
    ( isso para os cretinos q postaram q homens e mulheres são diferentes e por isso q mulheres tem q se cobrir e homens não … rs … bando d débeis mentais … rs )

    Tem outra : os homens árabes não são muito abençoados pela beleza física, cm se sabe, deve ser por isso q les n precisam usar véus …rs … n tem a mínima chance d eles causarem desejo em ninguém, a n ser numa boba com pouca educação e muita vntade d acreditar em qqr coisa ache bonita a idéia d ela cobrir o rosto por alá … ( na verdade, as mulheres tinham q cobrir o rosto e evitar o desejo para q n tivessem relacionamentos com homem nenhum, para q seus pais pudessem ” negociá-las ” em casamentos lucrativos para eles, e um mulher q n fosse virgem perdia o seu valor cm mercadoria … e eles perdiam dinheiro … é só isso, simples assim … nada a ver com a vontade d dêus … ) … é esse costume q vc defende ? é isso q vc é ?

    Vai nessa d q dêus quer isso e aquilo, vai …

    Abs … Fred Vianna

  33. Olá …

    Primeiramente, parabéns por ter permitido o meu post,
    isso sim é sinal d inteligência e d alguém q sabe dialogar e ouvir outras opiniões, e isso eu respeito …

    Sim, eu sei q são 1400 anos … o q torna a coisa mais absurda ainda …

    porque há 1400 anos ainda as pessoas eram mais crédulas e ignorantes do q há 700 anos, e vem um cara do nada e simplesmente diz q um anjo mandou ele fazer isso e aquilo … e o mais absurdo, o pessoal da época acreditou, sem pedir provas nem nada, e deu no q deu …
    É só isso … um conto d fábulas ( cm todas as religioes d absolutamente todos os povos ), mas q ficou perigoso com o passar das eras ( ao menos, O profeta admite q ele mesmo escreveu o livro dele, ao contrário da bíblia, q foi escrita na sua maior parte pelo pessoal do imperador constantino, no consílio d nicéia, dando autoria ao ” espírito santo ” … rs …

    Só mais os árabes …

    Não me entenda mal, gosto muito dos árabes, e acho q respeito eles mais do q muitos outros povos, e justamente pq eu gosto e respeito eles é q eu gostaria q eles se livrassem do pesso dessas superstições absurdas ( pra mim, é claro, cm vc bem disse ), isso só serve pra separar as pessoas, e nada mais …
    E principalmente q as mulheres muçulmanas pudessem
    andar livremente sendo donas da sua vontade, ( uma coisa é escolher usar véu, outra bem diferente, é “ter ” q usar véu ou burca )acredito q igualdade é essencial, fim a costumes d, cm vc bem disse, 1400 anos atrás, d qd achavam q a terra era chata cm uma moeda, ou uma pizza, d q acreditavam q a terra era o centro do universo, d qd se acreditava q a terra tinha apenas 6.000 anos ( data do gênese da bíblia ),d q queimavam mulheres e crianças por serem acusadas d serem bruxas, e d qd se cobriam mulheres dos pés à cabeça porque um homem disse q um anjo disse aquilo pra ele … cm ainda fazem …

    Eles apenas nos separam dos outros integrantes da espécie humana, nos roubam d nós mesmos …

    Abraços a vc e novamente parabéns … posso n respeitar fábulas sobre dêuses e anjos, mas vc sim eu respeito …

    Abs … Fred

  34. É disso q eu falo, e é isso q nós não vamos admitir aqui no Brasil …

  35. E disso …

  36. Adorei o post, sou totalmente a favor do uso e do respeito a cultura de todo o oriente, é linda e fascinante, aqui em São Paulo realmente é muito difícil de se ver, porem aqui na região da vila mariana vejo algumas mulheres de véu isso sim. A questão de as mulheres cobrirem o rosto e o corpo acho muito interessante pois estão sim protegidas contra olhos maldosos, não sou da religião, nem moro em um pais assim mas caso tivesse um motivo, não iria me opor, ( quando vejo as mulheres aqui no brasil andando quase que nuas as famosas “piri guetes” eu penso que é uma mulher que não tem respeito por si mesma, amor próprio é triste isso) beijoss

  37. como pode Israel um pais táo pequeno ser táo soberano? e os 22 paises arabes so sabem dar pro mundo esquisitices, machsimos, bomba, intolerancia.. nao vej um premio nobel , uma dancarina que seja, um revoluciionario.
    como que pode alguem achar que esta agradando o deus porque cobre a cabeca … e a s indigenas vao praonde? inferno?
    como pode tantas brasileiras mediocress aderirem a essa ridicularidade.

    to cansada desse baixo astral onde tudo entra pelo cano, eu vou vuver de verdade, eu fico com o cinema Americano.
    mais de 60 paises muculmanos e so vejo MERDA desse povo .. depois reclamam do preconceito ,vai plantar batata vai

  38. A Europa respeita os muculmanos , mas os muculmanos nao respeitam a Europa.
    No alcorao eh muito claro que a mulhr pode deixar maos e rosto a mostra, entao cobrir o rsoto eh m traco cultural perigoso pois nunca sabemos quem esta deaixo dos panos, podendo ser um terrorista ou um criminoso. A Europa nao eh terra sem lei, daqui apouco vao querer cortar a vagina das meninas , e se cada povo quiser vir pra ca com sua esquisitce o que vai ser?
    Liberdade igualdade e fraternidade os muculmanos tem garantidos na leu da Europa , ta na hora desse povo ser bom pro mundo .. quem sabe o mundo sera bom pra eles.

    • Tem certeza disso amiga? A Europa e o ocidente respeita os muçulmanos desde quando? Pare de seguir o senso comum. Se não admira a cultura muçulmana, pelo menos respeite. Respeito é mutuo. Olha que sou brasileira, venho de família cristã (não sigo religião alguma e nem pretendo seguir). Mas aprendi a respeitar as diferenças. E isso de você dizer que o povo muçulmano não tem história e nem cultura, me dá pena de ti, só reforça meu pensamento de quem julga não tem base nenhuma. Bem, nem escrever direito você sabe né?!

      Meus pêsames bonita

      Você deve ser daquelas moças que julgam uma mulher por se cobrir, mas se ver outra mostrando um pouco mais o corpo logo julga ela como prostituta, para não dizer outras definições piores. Vá estudar e se informar mais. E mais ainda, tenha amor e respeito em seu coração.

  39. Há coisas que jamais ocidentais vão entender. Mas cada um deve fazer aquilo que seu coração manda. Os mesmos julgam uma mulher por usar um hijab, nikab, burca, são os mesmo que julgam uma moça por vestir uma saia curta. É muito contraditório. Sou a favor da pessoa vestir e se comportar da maneira que ela gosta e se sente bem, por obrigação. NUNCA. Sonho mais ainda de um dia pelo menos ver meu país ser mais tolerante em relação as diferenças. Pois li uns comentários aqui que me deram vergonha de ter nascido no Brasil, tamanha é a ignorância do meu povo. Paz para as moças muçulmanas. E tolerância para este povo ignorante que prefere cuspir antes de se informar.

  1. Pingback: A questão da burca « Direito e Atualidade

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: