Existe receita pra casamento dar certo?


Vocês acham que existe uma fórmula mágica que faça um casamento ou relacionamento durar? Eu não sei, ainda mais quando se trata do meu caso, casamento com gringo de cultura totalmente diferente, acho difícil passar receita de felicidade como se fosse receita de bolo. Claro que alguns fatores ajudam, como a personalidade dos dois, no meu caso a religião também tem forte influência, assim como nosso estilo de vida que é bem complementar.

Mas saiu hoje uma reportagem na Folha Online sobre um estudo:

Estudo identifica razões para longevidade de casamentos

Viver feliz para sempre não acontece apenas em contos de fadas. Pesquisadores australianos identificaram o que faz com que um casal fique junto –e é mais do que, essencialmente, amor.

A idade de um casal, relacionamentos prévios e comparações como se você fuma ou não são fatores que influenciam o final de um casamento, de acordo com um estudo feito pela Universidade Australiana Nacional.

O estudo investigou por volta de 2.500 casais –casados ou vivendo juntos– de 2001 a 2007, a fim de identificar fatores associados com o que os faz ficaram juntos, comparado com o que leva ao divórcio ou separação.

Maridos que são nove anos mais velhos que as respectivas mulheres são duas vezes mais propícios ao divórcio, do que aqueles que casaram antes de o casal completar 25 anos.

Crianças também influenciam na longevidade de um casamento ou relacionamento: um entre cinco casais (ou 1,8%) que tiveram crianças antes do casamento –seja de um relacionamento prévio ou do mesmo relacionamento– se separam, comparados com 9% dos casais sem crianças nascidas antes do casamento.

Mulheres que desejam crianças muito mais do que seus parceiros também são mais propensas ao divórcio.

Parceiros que estão no segundo ou terceiro casamento têm 90% a mais de chances quanto à separação do que parceiros que estão em um primeiro casamento.

Não surpreendentemente, dinheiro também conta: 16% dos pesquisados que indicaram serem pobres, ou onde o marido –não a mulher– estava desempregado disseram que se separaram, comparado com apenas 9% dos casais bem financeiramente.

Casais nos quais um parceiro fumava e o outro não também eram mais propensos a dissolverem seus relacionamentos.

Viver feliz para sempre não acontece apenas em contos de fadas. Pesquisadores australianos identificaram o que faz com que um casal fique junto –e é mais do que, essencialmente, amor.

A idade de um casal, relacionamentos prévios e comparações como se você fuma ou não são fatores que influenciam o final de um casamento, de acordo com um estudo feito pela Universidade Australiana Nacional.

O estudo investigou por volta de 2.500 casais –casados ou vivendo juntos– de 2001 a 2007, a fim de identificar fatores associados com o que os faz ficaram juntos, comparado com o que leva ao divórcio ou separação.

Maridos que são nove anos mais velhos que as respectivas mulheres são duas vezes mais propícios ao divórcio, do que aqueles que casaram antes de o casal completar 25 anos.

Crianças também influenciam na longevidade de um casamento ou relacionamento: um entre cinco casais (ou 1,8%) que tiveram crianças antes do casamento –seja de um relacionamento prévio ou do mesmo relacionamento– se separam, comparados com 9% dos casais sem crianças nascidas antes do casamento.

Mulheres que desejam crianças muito mais do que seus parceiros também são mais propensas ao divórcio.

Parceiros que estão no segundo ou terceiro casamento têm 90% a mais de chances quanto à separação do que parceiros que estão em um primeiro casamento.

Não surpreendentemente, dinheiro também conta: 16% dos pesquisados que indicaram serem pobres, ou onde o marido –não a mulher– estava desempregado disseram que se separaram, comparado com apenas 9% dos casais bem financeiramente.

Casais nos quais um parceiro fumava e o outro não também eram mais propensos a dissolverem seus relacionamentos.

***

Bom, no meu caso o Mostafa fuma e eu ODEIOOO cigarro. Mas nos toleramos bem e não vai haver divórcio por isso ehehehehe

Será que estudos assim dizem, afinal, muita coisa?

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em julho 15, 2009, em De tudo um pouco... e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Acho que pegaram 2001- 2007 por ser um período mais atual. Atualmente as pessoas se divorciam mais. Acho que o fato da mulher hoje na nossa cultura ser mais independente do que antigamente, faz a mulher querer se divorciar se nao está satisfeita. Mas tudo depende do casal, claro! Tem casal que sao diferentes, mas se respeitam, conversam, se entendem, querem o outro feliz e fazer o outro feliz! Casal que sao parecidos, mas vivem em disputa, para ver quem sabe mais, quem faz mais, etc, nossa, esses tendem a se separar mesmo, pq mesmo sendo parecidos, nao querem ver a outra pessoa feliz. Acho que cultura diferente, o respeito tem que ser bem maior! Acho tb que a fé e a religião são fatores importantes, pois se um é muito religioso e se importa com isso e o outro não, gera um pouco de atrito. Vi isso, pq minha irma queria batizar o filho dela e o ex marido era ateu e nao queria, tanto que nem compareceu no batizado. Puts se o cara nao acredita em nada mesmo, o que custa acompanhar pelo menos. Daí gera nisso: Divorcio.

  2. Halima Umm Hisham

    Assalam waleykum Mah!

    Na minha opiniao uma familia religiosa (seja la de que religiao for), sempre no caminho de Deus eh um bom segredo para um casamento dar certo!
    Beijos!

  3. A pesquisa em si ñ contribuiu muito, pois seria necessário maior tempo de análise sobre outros fatores que estam inseridos no cotidiano de um casal, como nível social, educacional, cultural, religioso e até geográfico.
    Com uma gama tão ampla de questões a pesar em um relacionamento, se restringir somente a 2.500 casais por meros 6 anos em alguns parâmetros?? Deixou muito a desejar esta pesquisa. Embora a mesma tenha sido elaborada por uma universidade, seus dados não podem ser conclusivos.
    Vale ressaltar que, um casamento é muito melhor qdo há diversos pontos em comum, associados a amor, respeito, cumplicidade e…e… isso mesmo que vc pensou.

  4. Olá! Muito legal ver uma opinião do outro lado no blog! Isso enriquece ainda mais a resenha e é exatamente por isso que sou tão fã da internet!

    Obrigada por seu comentário! Passe mais vezes por lá!

    Beijos!

  5. Concordo com todas, a pesquisa foi restrita tanto no tempo quanto nos requisitos… mas até que deu pra fazer algumas reflexões, e se nos traz a oportunidade de pensar, foi válida 🙂

    Tb concordo com as irmãs qdo falam sobre o amor,o respeito,a tolerância, a fé… ou seja, são valores que formam a base para um casamento e uma família darem certo.

    A flexibilidade também é algo muito importante, se apenas um cede, o outro tende a se entristecer e isso prejudicará mais cedo ou mais tarde a relação.

    Acho q em teoria todo mundo sabe como fazer o casamento dar certo, a “dificuldade” maior está na prática.

    Abraço a todas/os
    Luciana.

  6. No feriado do dia 9, voltando de Aparecida do Norte, eu perguntei ao meu marido: O amor depende do querer? Ele não soube a resposta (embora ela saiba muitas) e eu ainda estou pensando nisto…Depois de 28 anos de casados ou 30 anos de namoro (isto me faz lembrar que não sou tão jovem quanto imagino) ainda somos um casal apaixonado e que se ama muito.
    Marina já fez um post sobre nós e já falou que somos bem diferentes.
    Mas o que nos leva a viver tanto tempo juntos? Onde vivo, não somos peça rara não. Tem um monte de casais assim como nós.
    Mas as vezes a gente corre o mundo atrás de uma resposta, de um encontro e ela sempre esteve conosco.
    É o querer abrir seu coração ao novo, ao outro e deixar Deus que está sempre contigo te iluminar.
    Tem um trecho da Bíblia que gosto muito e diz assim: O amor é paciente, é bondoso; não procura os seus interesses, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (suportar aqui significa ajudar, segurar).
    Bom, minha questão do amor e querer continua…
    Mas tenho uma nova indagação: Quando vou em busca do novo, ou do diferente, será que não sou eu que mudo de atitudes e posturas? É preciso romper com tudo para ser uma nova pessoa?

  7. A propósito…achei a pesquisa bem superficial e pretensiosa.
    Exemplo: Se um dos cônjuges fuma e o outro não fuma, por si só ninguém separa por isso. Mas se eu pensar no respeito ou a falta dele, ai a separação não deve ser só por causa do cigarro…quem sabe.

  8. Sabe que eu acho que casamentos com gringos são os que duram mais? Conheço inúmero casos. Acho que os cônjuges fazem tanto esforço e tanto sacrifício pra ficarem juntos ,a despeito da distância geografica e cultural, que acabam valorizando mais o relaconamento. (espero que eu me inclua nestes casos hehehe)

  9. Olha, se alguém descobrir essa formula para casamento duradouro e feliz, faz favor de passar para o mail camilaconstruindopontes@gmail.com.
    É que quero fazer tudo direitinho desde o início para o meu não falhar, ok??
    Hehehehe

    Estes “estudos” são muito engraçados!!!
    Beijinhos!

  10. Seus artigos são interessantes, quer ingressar no ocasional? Se quiser me manda um email ocasional86@yahoo.com.br, Abraços

  11. silvana pereira de almeida

    Bem,formula secreta realmente não existe,mas precisamos ter em mente que casamento e troca, e quando queremos trocar algo principalmente com alguém de quem gostamos queremos , sempre dá algo de bom. Então esteja sempre dando o melhor para o seu parceiro(a).
    Estou casa a dois anos, e procuro no meu dia a dia amar cada vez mais meu marido, e nossa União e muito sólida,principalmente porque colocamos Deus sempre a frente de nossas vidas. Procuramos sempre manter o bom humor que acho essencial numa relação e a cumplicidade. Não se prenda de fazer ou dizer o que deseja a pessoa que ama, mesmo que ache bobagem, diga pois somos bobos quando amamos.

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: