Formar família


* Hoje vou deixar aqui um post feito pela minha irmã no blog dela. É engraçado como muitas vezes já vi reclamações aqui sobre falta de amor e comprometimento dos brasileiros, mas eu tenho bons exemplos em casa, com meus pais e minha irmã agora, de que não é bem assim. Claro que muitos não querem um casamento de verdade, mas isso não é exclusividade de homem brasileiro ou de qualquer país. Entre egípcios e muçulmanos também muitos não querem esse amor e paixão, ou algo que realmente seja uma troca diária de conhecimento e cumplicidade. Muitos só querem um casamento de fachada, o que não deixa de ser diferente de um homem brasileiro que simplesmente assume que foge de compromisso. Por isso acho o exemplo dela legal, e resolvi postar para vocês hoje. Espero que gostem! Ah, eles se casam em fevereiro do ano que vem, e semana passada comemoraram 9 (isso mesmo, NOVE) anos de namoro!*

Hoje eu estava refletindo um pouco sobre o casamento e fiquei pensando no quanto o mundo vai mudando com o passar do tempo e, junto com ele, as pessoas vão mudando. Digo pessoas em um sentido bem amplo mesmo, de humanidade.

Eu não tenho uma visão melancólica da vida. Claro que tenho saudades da minha infância e do que já passou, mas não penso que gostaria de voltar no tempo ou coisa assim. Talvez eu seja um pouco otimista demais, mas sempre penso que amanhã o dia será melhor do que hoje, mesmo que isso às vezes pareça impossível quando o dia que vivemos parece o melhor de nossas vidas. Enfim, acho que estamos o tempo todo crescendo, aprendendo e evoluindo. E assim acho que o mundo caminha também. Vamos aprendendo com os erros do passado para construirmos, no presente, um futuro melhor.

Mas o que tudo isso tem a ver com o casamento? É que eu tenho notado que o casamento não tem sido visto mais com tanta importância pela sociedade. As pessoas acham que o casamento é apenas uma festa, mas que não há obrigação nenhuma de dar certo. Eu não penso assim… Na verdade, acho que é um tema bastante complicado, pois não dá pra saber os limites de cada um e o que se passa na vida intíma de um casal. Então acho que não sou contra a separação, porque não posso julgar o sofrimento de cada casal, de cada pessoa e até onde era possível suportar e superar. O que eu não gosto é dessa banalização do casamento… Das pessoas que acham que o casamento é apenas um ‘ritual de passagem’ e não percebem que é um compromisso assumido para o outro.

Para mim, o casamento é justamente isso: compromisso. É o acordo entre duas pessoas de que vão dar o máximo de si para fazer o outro feliz. E vão ter uma família. E vão cuidar dessa família. Eu realmente penso que a base para uma sociedade mais justa e feliz é esta. Não que não existam outras maneiras de cidadãos bons serem formados (se pensasse isso estaria sendo injusta com pessoas que não tiveram a oportunidade de crescerem em uma “família padrão”), mas ter uma base familiar sólida, de valores e respeito com certeza contribui muito para a caminhada da sociedade rumo a um mundo mais feliz e justo.

O que eu espero, indo de encontro a uma frase que escutei esta semana no show do Paralamas do Sucesso, é que eu e o Jaime possamos formar uma família que preparem pessoas melhores para o mundo, para que os nossos filhos possam ser agentes de mudança da sociedade e que sejam sempre ferramenta de amor e paz. E isso só será possível através do nosso compromisso e do respeito que teremos um para com o outro.

Eugenia

Os próximos noivinhos!

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em dezembro 11, 2009, em No Brasil e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Parabéns para sua irmã Marina, lindo post de autoria dela q vc nos deixou conhecer.
    Faço votos de que eles concretizem todos os planos e que sejam muito felizes juntos nessa caminhada.
    Abs

  2. Ai que surpresa! Você nem me falou nada! rsrs

    Eu fico tímida, porque meu blog é ‘fechado’, poucas pessoas acessam e o seu tem tanta gente lendo! Acho que fiquei até vermelha! rsrs

    Mas eu acredito nisso mesmo e, como você falou, nossa família tem muitos exemplos que mostram os valores que o casamento e o cuidar do outro é o caminho para uma vida feliz e um mundo melhor!

    Beijos!

  3. Ah, eu sou uma das que criticam e muito os homens brasileiros, e isso já causou até discussões acaloradas aqui no teu blog, Marina. Mas graças a Deus eu tbm tenho um bom exemplo na família: meu irmão mais novo. Já qto ao meu pai e outro irmão, eu prefiro nem opinar rsrsrsrs.

    Mas….. são exceções. O homem brasileiro é muito machista, e tem VERGONHA de assumir um relacionamento sério. Acha q ser fiel é coisa de homem babaca e otário, que significa “não aproveitar a vida”.

    Eu fui a primeira mulher de meu marido (indiano). E provavelmente, serei a última também. E ele , conversando com alguns brasileiros no Gtalk , ficou horrorizado com o que escutou:
    diziam q ele era babaca e ultrapassado, que tinha que colocar logo muitos chifres em mim, pq ele era muito besta de só querer ter a mim na vida, que ele não era MACHO…etc etc

    Tudo isto me entristeceu muito. É incrível a inversão de valores aqui neste país: homem fiel é otário, e homem galinha é legal. Ao passo que, entre a maioria dos indianos, trair a esposa é algo condenável e vergonhoso.

    Por isso q eu acho q sua irmã e sua mãe tiraram a sorte grande!!! E minha cunhada tbm! Achar homem respeitoso e fiel aqui é uma dádiva!!!

    Beijos!

  4. Oi Marina
    Lindo seu artigo e achei muito bonito o que sua irma escreveu
    Realmente quem aprende com os erros, torna a vida mais possivel e mais facil no presente
    So desejo de todo coracao que sua irma seja muito feliz, e acredito que sim , pois com tantos anos de conhecimento, e vi que ela eh muito madura, com os pes no chao, tem tudo para dar certo
    muita paz e amor para vc e sua linda familia
    sua irma eh tao linda como vc, Marina
    Grande beijo

  5. Lindo post Ma!

    (nossa minha net tah pessima, fiquei dois dias para conseguir postar aqui)

    bjuss

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: