Novela O Clone : mito ou verdade? parte I


Gente, não estou vendo a novela, mas estão me contando o que se passa, então como em outros blogs, vou fazer uma série (só que simplificada e tentando ser leve) >> Novela O Clone: mito ou verdade?

– A Jade não pode ir na balada, porque tem bebida e gente se beijando.

Verdade: Os muçulmanos não podem ingerir bebida alcóolica (porque na religião tudo que faz mal é cortado pela raiz, como drogas, cigarro e entorpecentes em geral – incluso esses narguilé da vida não pode também) nem deveriam namorar ou ter contato íntimo com pessoas do sexo oposto antes de se casar. Numa balada, geralmente as intenções são justamente essas, então é lógico que uma família muçulmana vai desaconselhar isso mesmo.

– Vi o tio Ali hoje com três mulheres, todas com aquele pano preto na cabeça, e cada um com um filho no colo, é assim mesmo com os muçulmanos?

Mentira: Olha, o homem muçulmano tem que sustentar a casa e todas as esposas (pode ter no máximo quatro) de forma igualitária. Ou seja, o cara teria que ser muito rico e milinário para sair casando adoidado e tendo filho desse jeito. Claro que está fantasiado, porque a maioria das mulheres árabes, pelo menos de classe média pra cima, hoje em dia não aceita isso não, fora que o custo de vida em vários países é bem alto pra se pensar numa coisa dessas. Para ficar mais claro, no Islam o casamento com mais de uma mulher era permitido na época do profeta por uma série de motivos, como alto número de viúvas, mulheres sem pais e sozinhas por conta das guerras e questões daquela época. Hoje em dia – agora é minha opinião – os homens não tem justificativa nenhum para arrumar mais de uma mulher, pois os relacionamentos são bem mais abertos, em países como o Egito o divórcio já é praticado mais abertamente e os noivos se conhecem sim antes de casar.

– Não sei quem morreu na novela, e eles embrulharam o corpo num pano branco e disseram que era proibido chorar.

Verdade: nos rituais islâmicos para cuidar do morto, o mesmo deve ser envolto em tecido e o corpo não fica exposto, como é comum aqui no ocidente. No Islã, aprende-se que não se deve chorar por um morto mais de 3 dias, pois a morte faz parte do ciclo da vida e você tem que seguir em frente. Isso não significa esquecer a pessoa ou a tristeza, mas é algo que te ajuda a pensar em continuar sua vida, traçar novos planos e pensar no seu futuro, e de certa forma encarar a morte com mais facilidade. Conheço muçulmanas, porém, que mesmo após anos de morte de entes queridos ou viuvez, não abandonaram o luto, pois não é algo fácil.

– Depois da noite de núpcias, tem que mostrar lençol com sangue?

Mentira: Se tem alguma família que tem esse costume bizarro, eu não conheci no Egito não. Mas se você casa no religioso, eles perguntam se é ou não é. E eu vi casos não de lençol, mas de filho que ligava pra mãe depois do “ato” pra dizer que tinha dado tudo certo (é comédia, mas é real!!!)

ps. meus posts são focados no Egito, porque é o que conheço!!

 

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em janeiro 11, 2011, em No Brasil, No Egito e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 12 Comentários.

  1. Esse costume de depois da noite de núpcias ter que mostrar lençol com sangue é cultural. Na Itália perdurou por séculos. Não sei quais outras culturas seguem o mesmo costume. Talvez o Marrocos o faça, já que a novela é focada naquele país.

  2. isso é uma pergunta pra minha amiga Clau do http://www.conversaafiada.tk/ porque o marido dela é marroquino 🙂

  3. Salam,

    Eh isso ai, Ma!!!

    Juntas podemos fazer um montao!!!

    Que Allah os abencoe!!!

    Beijos e fiquem com Deus

    Barbrinha

  4. Wally Elsissy,
    Vou perguntar para meu marido e amanhã dou a resposta.
    Até onde eu sei não tem isso no Marrocos.
    Bárbara, adorei seu blog, vai para minha lista de favoritos
    Salam e que Allah swt abençoe todos vocês

  5. Na cena mesmo a personagem Zoraide (a cuidadora da casa de tio Ali) explica que isso de mostrar o sangue é um costume das comunidades mais afastadas…
    Também assisti um filme da Tunísia “uma canção de amor” que mostra a mesma cena e em caso da moça não ser mais virgem, o esposo até tem coragem de se fazer um pequeno corte para manchar o lenço.

  6. Marina, primeiramente, parabéns pela iniciativa em esclarecer os mitos, vc e outras meninas muçulmanas, pois como já falaram novela é fantasia mesmo, todo brasileiro acha que indianos são iguais a Raje e Maia… lindíssimos, super produzidos e ricos.
    Agora o fato de muçulmanos se casarem com várias mulheres, não é totalmente mentira, pode ser meia verdade ou meia mentira.
    Eu mesma conheci um lá no egito que tinha 4 esposas. O pai do marido (egipcios) de uma amiga tb tem 4 e vivem no mesmo prédio, e olha que esses daí não eram milhonaros não.
    Outro egipcio que conheci através de uma brasileira muslim, vive no BR tem esposa brasileira e educando filhos, vivem la no Egito, e ainda ouvi dele, que ele poderia casar-se com outra se ele quisesse por ser permitido na religião, mas ele não queria, gostava de morar sozinho. Ele mora no Brasil e ela vem passar férias aqui.
    Enfim, tem de tudo, vi até uma reportagem na record sobre um homem em dubai que tinha várias esposas e… pasmem … mais de 80 filhos, ele quer ter 100 filhos.
    Então o casamento com mais de uma mulher ainda é permitido e existe realmente. Ninguem me contou esses casos eu vi.

    • oi Katie, eu sei que existe casamentos poligâmicos em todos os países que a prática é permitida e até nos que não é… ehehe Estou dizendo do que conheci no Egito, que não é comum não, inclusive vc pode perguntar para outras pessoas que moram no Egito, elas vão te dizer que não é mto comum mesmo, talvez vc deu sorte de ver tantos casos, mas pra falar a verdade isso acontece mais em familias muito pobres ou muitooo ricas, não tem mto o meio termo não. É claro que os egipcios vão falar que podem se casar s equiser, homem gosta de sentir superior e alguns são bestas o suficiente de achar que ter varias mulheres ou falar que teria, é sinal de virilidade. Mas vai achar uma egipcia q topa, não é tão fácil assim não ehehe

      • Os casamentos poligamicos estao menos frequentes por aqui por conta da questao economica e social.
        Outro ponto, agora para se casar com mais de uma o sujeito deve provar que tem condicoes de sustentar equitativamente as 2 ou mais esposas, isso esta para virar lei, isso se ja nao virou rs
        Outro ponto que muitos egy comentam: Se uma mulher ja da trabalho imaginem mais de 3 dessas????? kkkkkkkkkkkkkk
        Mais mesmo as classes mais abastadas dificilmente o cara vai ser poligamico, como eles dizem, da muita despesa hauahauahua
        Existem os casos de separacao de corpos, por uma questao de aparencia social o casal nao se divorcia no papel, por tanto, o cara tem 2 esposas, so que vive o casamento no cotidiano com uma e a outra so leva a bufunfa da pensao mensal rs
        Outro ponto eh a questao dos filhos, se a mulher eh esteril ela eh quem praticamente OBRIGA o cara a se casar com outra, eh a cultura arabe e certas coisas nao se mudam e nao irao mudar, ja eh enraizado neles.
        Somente os arabes dos paises do golfo eh que ainda continuam com a pratica poligamica a todo vapor, a maioria dos mega empresarios tem 2 ou mais esposas.
        Por aqui, dizem as mas linguas que o presidente tem 3 esposas rs
        bjao

      • Outra coisa que lembrei, a maioria das 2s, 3s, e 4s esposas sao mulheres divorciadas ou que “se perderam na vida” rs, ou seja, as familias nao querem para as ladys das filhas um rapaz que seja ou foi casado!!!

  7. Salaam
    Poligamia no Islam é permitido ,o problema é o jeito em que a novela mostrou isso.Parabéns pelo post,muito explicativo.
    Maa Salama

  8. Salam Marina,

    Em relação ao casamento poligâmico concordo com a Habibah.
    Foi a forma como a novela mostrou isso que deixou a desejar.
    No Marrocos só sei de um caso: o avô do meu marido era casado com duas e viviam os três na mesma casa.
    Mas é realmente como vc disse: ou os muitooooo ricos ou muitoo pobres ainda têm essa prática.
    Ontem vi a reprise do Programa Super Pop (Luciana Gimenez -não é bom mas a entrevista e o assunto em questão era interessante). Eles estavam discutindo sobre poligamia, mas epsecificamente do cantor de funk Mr. Catra: que tem 4 mulheres e 20 filhos e sustentam todos!
    E eles questionava o por quê dele não poder ter 4 mulheres, sustentá-las a ponto de não necessitarem nem de trabalhar, cuidar dos filhos ao invés de ter uma esposa e traí-la?Foi um quebra pau só rsrrsrs
    Meu marido falou que a questão de mostrar o lençol sujo de sangue pode até acontecer mas nas cidades muitooo distantes, provavelmente os berberes pratiquem. Eles vivem naquelas vilas distantes das cidades, nas montanhas.
    Beijos e salam pra todos

  9. Essa do sangue é ilario, é aquela história que quando eles são abençoados eles sacrificam carneiros e dão de comer aos pobres desejado-lhes que também sejam abençoados é verdade?

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: