Don Juan da vida moderna – eles querem é seu dinheiro


Hoje passou uma reportagem do Domingo Espetacular (veja aqui o vídeo) sobre mulheres que se apaixonam e rapidamente se deixam ser enganadas por homens que figem serem perfeitos para simplesmente arrancar dinheiro ou viver numa boa. Imediamente, lembrei das dezenas de mulheres que já conheci por meio deste blog que viveram isso.

E não, não são mulheres sem estudos ou ingênuas. Muitas bem vividas, bonitas, com tudo para serem felizes, mas que por algum motivo se sentiam muito sós e a má sorte trouxe a elas um homem ruim pela internet. Vendo a reportagem, não enxergo o mesmo tipo de comportamento com todos os árabes, paquistaneses, turcos e indianos em geral que querem se dar bem em cima de uma mulher (tem gente de toda nacionalidade fazendo isso, mas quem chega no meu blog geralmente é porque está envolvida com uma dessas nacionalidades).

O que eu posso dizer é mais sobre os egípcios. Já conheci cara safado mesmo, de ter várias esposas e na cara dura mentir pra terceira, quarta estrangeira que estava chegando no Egito por meio de papinhos moles que eles jogam pela internet. Usam sites de jogos tipo RPG (nem sei os nomes, mas tem vários), redes socias (adoram Hi5, Facebook, Orkut são mais os indianos) e são sempre muitos fáceis de serem pegos na mentira. Mas a paixão, essa sim, é a maior armadilha, pois ela impede a mulher de ver um elefante dentro de um quarto de 4 metros quadrados.  E não adianta você falar, explicar, tentar mostrar.

– “Ele é perfeito! Ele é o amor da minha vida! Imagina, falou em casamento logo que nos conhecemos!” – dizem. Quem sou eu para discutir?

O perfil geralmente é o mesmo, mulheres mais velhas, divorciadas, muitas vezes com histórias de relacionamentos bem sofridos no Brasil. Mas também existem as novinhas, com a vida toda pela frente e que também se deixam levar facilmente. Elas acreditam que só pelo fato do homem ter uma religião mais severa, como o Islam, falar coisas românticas (egípcio chora com Titanic, vcs acham que ele teria vergonha de dizer coisas bregas tipo “vc é a estrela do meu céu”, blá, blá, blá?), ser de outro país e dizer batendo no peito que como homem é dever dele dar tudo para a esposa (mentiraaaa), ele é diferente de um homem do Brasil? Não é não, por isso fiquem ligadas. Sinal de amor e respeito é igual em qualquer cultura, e safadeza também acontece na mesma proporção. Só que por ser diferente, para eles é mais fácil encantar. Fora que na internet, muito fácil inventar mais mentiras ainda.

Por isso, uma regra de ouro: nunca envie o primeiro dólar, o primeiro presente (aliás, nunca enviem presente nenhum, não passem na porta dos Correios ou Western Union, combinado?). É a porta de entrada para muita tristeza, infelizmente. As dicas são básicas. Mesmo que você pense em morar no Brasil, diga sempre que não tem dinheiro para passagem, que quer sair do Brasil e morar lá no país dele. Analise bem as reações e cada palavra. Jamais mencione coisas do tipo FGTS, imóveis ou carros. Mesmo que ele nem seja tão interesseiro assim, só de saber que você tem posses, vai ficar mais interessado pelo lado econômico do que quem é você de verdade. A regra de ouro na internet é que você pode omitir muita coisa, e se é ele quem pergunta sobre seus bens, olho aberto.

O casamento no Egito é feito na maioria das vezes por acordo, pensem nisso. As pessoas de lá não estão acostumadas a ficarem com alguém só porque amam ou têm paixão. Tudo é pensado e calculado: os gastos, quem paga a festa, quem paga a mobília e por aí vai. Uma egípcia não se casa sem saber o salário real do cara e o que ele pode oferecer de conforto a ela. O homem egípcio, por sua vez, casa geralmente preocupado mais com o acerto familiar e se a mulher é casta, obediente e será uma boa esposa. Imagina então, esse egípcio pobre, que já é difícil arrumar uma boa esposa baseado nas condições ditas antes, que encontra uma mulher atenciosa, cheia de carinho, que manda presentes, está sempre pronta para fazer tudo e, ainda por cima, vai lhe dar algum dinheiro e uma chance de melhorar de vida, algo que ele jamais conseguiria sozinho? Ele também se apaixona (não digo de mentira, mas em muitos casos é o modo mesmo deles de paixão, que está ligado a outras coisas que não temos aqui) e fala em casamento querendo mesmo. Só que a mulher não sabe que este desejo dele não é 100% por amor e sentimento com aqui, pois na cultura a condição financeira entra na conta. Ou seja, confusão armada, expectativa dela lá em cima e a chance de se frustrar muito grande.

Para ele, vale a pena ficar com uma mulher que não se encaixa no padrão do que ele gostaria, apenas pelo fato dela lhe oferecer uma chance de vida melhor. Em alguns casos, claro, isso por ser amor de verdade, eu graças a Deus conheço muitos casais felizes mesmo, só que o egípcio sempre fez o correto, como suprir a necessidade da casa, ser quem vai atrás das coisas, não o contrário.

Por isso, me assusta um pouco também quando alguém me pergunta como fazer para casar no Egito. Poxa, se nem o noivo vai atrás, melhor ir com calma antes, certo? Ou quem me manda perguntas pedindo minha opinião, se ele fala verdade ou mente: se você tem dúvidas, não case!

Bom, sei que o post ficou gigantesco e acabei fugindo um pouco do tema, pois no caso dos egípcios não acredito que estejam soltos por aí apenas golpistas baratos, como vimos na reportagem. No caso dos egípcios com brasileiras, é muito mais uma união do útil com o agradável, mas é claro, tem casos dos que namoram várias estrangeiras ao mesmo tempo, os Don Juans que são muito fáceis de serem pegos na mentira (só de jogar o nome deles no Google e em redes sociais o castelo de areia se desmancha, tá cheio de  “habibi”  com foto de outras no Hi5, por exemplo).

Agora, como sempre que escrevo algo, fazendo certas críticas, recebo a incredulidade de volta: Mas e você, então teve é muita sorte de ter dado certo com o Musta?

Sorte, acho difícil. Todo risco pode ser bem calculado. Eu sabia muito bem como era a cultura egípcia, tive diversos cuidados (quando a mulher usa a cabeça junto do coração, o trabalho é mais fácil) e jamais fui inocente. Talvez posso dizer sorte (chamo isso de ação de Deus) pelo fato de justo o homem da minha vida ter aparecido do nada pela internet, mas o fato de ter ido a ter ele e ter dado certo não. Isso foi uma jogada com muita estratégia e atenção que fiz na minha vida. Para vocês terem ideia, mesmo com toda a certeza que tinha no meu coração, cheguei no Egito com passagem de volta comprada também. Ainda bem que pude jogá-la  no lixo 🙂

ps. Tudo isso que falei vale o contrário também. Já vi mulher brasileira dando cada baile em egípcio, que vocês nem acreditariam… Por isso, esse post não é uma generalização, pois não acredito que raça, origem ou cor digam algo por alguém: isso é racismo.

 

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em janeiro 23, 2011, em No Egito e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 17 Comentários.

  1. eliane gonçalves macena

    Eu concordo totalmente com Marina e ja como trabalhei com tursitas estrangeiros durante oito anos ,conheci homens maravilhosamente podres de vaŕias nacionalidades,conheci caras muito gente fina tb,claro…quanto aos que a gente encontra na internet , tem um truque muito simples meninas:combinem com uma amiga bem bonita para ela te enviar a melhor foto dela,criem um falso perfil e contactem o ser amado, na maioria das vezes ele vai cair na rede ,e dizer para sua amiga ou prima( vc) tudo aquilo que disse antes e ainda vai até abrir o jogo(em parte) te dizendo que esta num relacionamento (com vc) mas que esta infeliz ou que a dita cuja não o ama blé blá blá…mais uma dica copie e cole tudo que for dito por ele no word , com dia mes e hora se possivel para não haver dúvidas na hora do confronto, foi assim que a amiga de vocês aqui ja se livrou de alguns “sapos encantados”e propósito eu tb namoro um cara estrangeiro mas sem neuras e sem esquecer de que a cabeça tem que funcionar no mesmo ritmo do coraão como disse tão bem a MARINA,
    mais uma vez os conselhos dados aqui são muito sábios
    um abraço a todas
    eliane gonçalves
    Anne

  2. Salam

    Concordo totalmente contigo Marina. Eu também já presenciei cada golpe grotesco de ambos os lados, tanto os estrangeiros pra cima de brasileiras bem sucedidas financeiramente, mas carentes sentimentalmente como tbm brasileiras querendo dar o golpe em estrangeiros. Algumas vezes até tentei alertartá-las, mas o que consegui foi a inimizade delas. Pelo menos fiz minha parte.
    Realmente é mto triste tudo isso e é por isso que tudo deve ser sempre muito bem pensado e analisado pq casamento é um “negócio” para a vida inteira.

    Marina amo teus posts pq sao mto esclarecedores e os críticos sempre irao existir pq isso é sinal de que tu tá na mídia e se essas pessoas tao críticas lêem teus posts é pq de alguma forma as tem ajudado e elas nao admitem 🙂
    Bauces

  3. No final de tudo, o pior é que todo o nosso esforço pra abrir os olhos da brazucada apaixonada é quase em vão, são poucas que conseguem separar a razão da emoção. Assim como aconteceu com Andreza, eu arrumei uma lista enorme de “inimigas”, pelo simples fato de tentar tirá-las do abismo. Já estou com o ouvido liso de ouvir coisas do tipo: “Ahh não é porque com você deu errado que tem que dar errado comigo também…”. Eu sinceramente lavei minhas mãos, até faço alguns alertas de vez em quando, mas sempre no sentido geral, desisti de aconselhar isoladamente. Não vale a pena.

    • Primeiramente, parabéns pelo excelente texto super esclarecedor, Marina. Se depois de lerem este seu texto, ainda restar dúvidas, eu chamaria isto de teimosia, diria que a pessoa iludida está pedindo para si mesma para entrar numa fria. Concordo com a Nadir também. A gente aconselha e leva na cabeça, então não vale a pena aconselhar muito não. Sei do que digo. Enfim, prestem bem atenção ao que Marina diz no texto, pessoas!!!! E reflitam, tirem suas conclusões.

  4. Olha… sou muito humilde em relação a esses conselhos. Aceito de muito coração. Porque sou inexperiente nessa área. Nunca viajei pra outro país e o lugar mais distância foi Curitiba! Então, sempre fico esperta, dou google em tudo e procuro tudo mesmo!

    Gostei 🙂

  5. Tá cheio disso em todo lugar. Tem-se mesmo que tomar cuidado.

    A Flávia do blog Depois dos 25…, hoje tem aniversário e eu fiz uma homenagem para ela num outro blog que ela tem comigo. Acredito que ela iria gostar demais se vc viesse para a festa.

    http://www.oqueelasestaolendo.com/

    Te espero por lá.

    Abracos

  6. Ola Marina…Seu post como sempre muito pontual…E acrescento ainda como no meu caso que não foi golpe, mas passamos a ter muitos problemas por conta da cultura e na maioria das vezes não damos atenção a isso também…Concordo com vc, antes de fechar as malas tem que pesquisar muito..eu mesma fiquei lá dois meses antes de mudar definitivamente para lá e mesmo assim vivi uma história muito triste.
    Bjs

  7. Anna Thereza Maximo

    Adorei seu blog….

    Bjs da Espanha

    http://balzaquieanna.blogspot.com/

  8. Menina choquei, tremí, faltou o chão, a cabeça rodou, mas é isso mesmo, tá certíssimo, a cabeça tem que anadar junto com o coracão. E eu só precisava desse post pra me puxar as orelhas e me chamar de volta pra realidade, continue.

  9. Giovanna Bianchi

    Nossa! Depois de ler tudo isso fiquei chocada e com muito medo, pois conheci um pak mais ou menos uns 10 dias. Eu vi o perfil dele sem querer em uma pesquisa e adicionei ele por pura curiosidade e tbm claro…rs….por achar a foto muito bonita no facebook. Acontece que só depois de 1 semana é que conversamos online, ele me disse que não via a hora de conversar comigo pois nunca me encontrava. Então conversamos um pouco , ele me fez elogios e eu a ele…aquele xavequinho básico e discreto..rs….Aconteceu que para minha surpresa no SEGUNDO dia de conversa ele me disse que me amava e todo aquele blá blá que me aterrorizou, achei um absurdo uma pessoa dizer isso, enfim, no terceiro dia ele me apresentou pela cam a família dele, imagine minha situação de ver mãe, pai, irmãos dele olhando para a mim durante uns 30 min eu acho, acompanhando toda a nossa conversa e dando tchauzinho…..Ele disse que conversou com a família sobre mim e que eu seria a futura esposa dele, eu ri o dia todo contando isso para minhas irmãs. Mas continuei a dar corda por achar engraçado, só que como estou sozinha há muito tempo…a carência é osso…No quarto dia me cedi as palavras melosas dele, e agora ele quer que eu vá para o país dele pois quer se casar comigo…OBS: Ele tem 23 anos e eu 28. Sei que parece um absurdo eu me apaixonar praticamente por um garoto, mas o que me atraiu nele foi nossas diferenças e admiração que tenho por algumas coisas em sua cultura. Eu já pesquisei o nome dele nas redes sociais e até fiquei de olho em quem ele adiciona no Windows Live , dei uma boa olhada nos amigos dele para ver se existem estrangeiras e nadinha achei….. Mas agora estou com muito medo que ele esteja pensando pelo lado financeiro, que ele ache que eu sou bem de vida, pois deixei bem claro para ele que não estou trabalhando, não sou formada e que no momento vivo às custas do meu pai por causa do tratamento do meu filho . Mesmo sabendo disso ele permanece amoroso e continua falando sobre casamento o tempo todo e diz que foi Allah quem me trouxe a ele….
    Fico receosa quanto a isso, pois em outros blogs ouço histórias de que paquistaneses mentem e muuuito…assim disseram….
    O que faço? Como faço para descobrir o que ele realmente quer sem ofendê-lo?
    Ah! Esqueci de dizer caso tenha ouvida falar ou conheça o lugar, ele mora em Sialkot.
    Bjux Flor, espero que tenha paciência para responder tudo isso, pois preciso mesmo de uma luz….. =/

  10. olá ,eu gostei muito do seu blog mas , me deixa confusa pois vou me casar com um egipso e sinto que nos amamos de verdade não tem nada aver com dinheiro pois sou pobre e ele também ,e ambos sabemos disso … obrigada mas não devemos reneralizar um, povo inteiro apenas por alguns infelizes acontecimentos .

  11. Olá, eu sempre vejo comentar sobre o homem do Egito e nunca dos homens da turquia , estou envolvida com um tuco charmoso mais cafajeste ja fiz todos os tipos de teste com ele tipo perfil falso , amiga tc com ele etc… em todos teste ele caiu como patinho, ele diz que me ama e deu ate a senha do msn dele e do site de relacionamento onde ele é cadastrado eu deletei tudo rss
    mesmo assim ele nao quer terminar comigo , mais continua a tc com outras mulheres ,eu nao sei o que pensar e o que fazer estou confusa pois estou apaixonada e ele esta querendo que eu envie uma carta convite para ele vim para o Brasil para casar comigo e agora? por favor me ajude.

  12. Giovanna Bianchi

    Como assim Neusa? Mesmo ele tendo lhe dado a senha, ele continuou escrevendo para outras mulheres??? O cara lhe trai virtualmente na cara dura e vc ainda confia nele? Vc ainda tá perguntando o que fazer??? é piada neh???
    Tá na cara que ele vai pegar a carta e vir para o Brasil, depois será um Adeus Neusa!!!
    Ou ele está esperando a primeira bobinha que irá cair na rede….sinto muito Neusa, isso não é amor

  13. Esses árabes, indianos, turcos e paquistanês fazem isso porque mulher japonesa e tudo barata e sustem homens aqui no Japão, vixe aqui e uma putaria que nao tem igual essas vagabundas da vida da em cima de homem casado na cara de pau mesmo nao ta nem ai se ele esta acompanhado com a familia , filhos ,bebes ou namoradas .
    Sao uma peste pra sociedade , prostituta ainda faz por dinheiro mas essa japonesas ridículas podre faz por humilhar querer dizer que e melhor que qq mulher no mundo . A fama delas pra qq homem aqui ja ta lá no lixo faz tempão , ninguem quer essas pragas ai elas vão da em cima de homem casado.

    • Mulheres se imponham , falam pra esses caras que única mulher burra que banca homem e japonesa porque ninguem quer uma asquerosa , chata , sem conteúdo no pé.

      • Fumie Kaneshige

        Ai eles ve que japonesa tsumaranai(frias, sem sal, nao fazem amorzinho,so ficam grudadas igual peste mesmo ,mandonas, e trouxas chifrudas porque elas permitem e acha normal isso) como eles mesmo chamam elas e podre vão da em cima de brasileira que por sinal todo gringo , branco, preto , moreno, loiro , rosa ou amarelo adoram muitoooo porque somos muito famosas por ser carinhosas e pensamos so em amor.

  1. Pingback: Don Juan da vida moderna – eles querem é seu dinheiro « Egito e Brasil | Mídia e Telecomunicações

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: