A esperança continua no Egito, cristãos e muçulmanos e coalização dos egípcios no exterior


Boa noite a todos! Sei que estou postando menos, mas meu coração e sentimento continuam no Egito. Como a revolução começou no Facebook, é por lá que ainda aparecem mais vídeos novos a cada dia e eu não consigo deixar de postar aqui, pois acho todos muito emocionantes. O primeiro é uma versão de uma música americana – esqueci o nome – falando da revolução do Egito e com cenas muito fortes. Vejam a cena das pessoas rezando na praça e mesmo assim sendo atacadas, por exemplo. Já o segundo vídeo mostra a missa do domingo realizada na Tahrir pelos cristãos em que os muçulmanos estavam junto e os protegeram, assim como quando os muçulmanos rezam eles fazem o mesmo. Mais uma prova de que os egípcios estão dando um belo exemplo para o mundo.

E, por fim, mas não menos importante, divulgo aqui um manifesto dos egípcios que vivem no exterior, que querem que algumas de suas demandas sejam atendidas, como eles poderem votar nas embaixadas. Quem for egípcio e tiver interesse, por favor entre em contato!

Segue o documento:

Para o Egito

Cientes do nosso papel para com nossa pátria, e convictos da importância da instalação de uma vida democrática real no Egito, nós, os Egípcios no exterior, demandamos uma nova constituição que garante todos os direitos civis e políticos para todos os egípcios de tal forma que resulta em sistema democrático ideal baseado nas práticas democráticas comuns no mundo livre e que restringe o direito de voto aos cidadão portadores das cédulas de número nacional.

Partindo desse principio, decidimos:

1º Constituir a Coalizão dos Egípcios no Exterior como uma organização não governamental sem fins lucrativos, expressando a posição dos egípcios no exterior com relação aos eventos no Egito e participando no desenvolvimento da pátria.

2º Que exerce suas atividades em âmbitos internacionais e regionais defendendo os interesses da pátria mãe e visando uma sociedade livre e democrática.

3º Todos os egípcios no exterior gozam do direito da associação sem condições ou discriminação.

4º A administração da coalizão cabe a um conselho administrativo representando todos os egípcios no exterior, tomando suas decisões com a maioria simples (50%+1) sem presidente.

5º A seleção do conselho é praticado, em processo de votação livre, no início de cada ano Gregório e serão selecionados dos seus membros observador das reuniões e editor dos relatórios.

6º Os principais interesses do conselho serão:

  1. Analisar a atual constituição e preparar sugestões de emendas inspiradas nos modelos democráticos tradicionais conforme conveniência a sociedade egípcia,
  2. Preparar um projeto de lei que garante o direito de voto para todos os egípcios no exterior tanto os residentes fora do país quanto os temporários.
  3. Exigir a nacionalidade egípcia para os filhos das egípcias casadas com não egípcios e preparar texto completo na constituição sobre os merecidos da nacionalidade e as condições de sua extinção.
  4. Declarar o direito dos egípcios no exterior de observar diretamente às primeiras eleições presidenciais e parlamentares após as emendas constitucionais.

7º A coalizão praticará suas atividades via a Internet

8º Em período de 30 dias corridos a coalizão preparará documento oficial incluindo sua constituição e princípios básicos

9º A coalizão será inscrita na Organização das Nações Unidas como ONG observadora dos direitos humanos e, sobre tudo, os direitos democráticos.

10º Será emitida uma revista eletrônica trimestral

 

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em fevereiro 8, 2011, em No Egito e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 12 Comentários.

  1. Olá Marina! Maravilhosos os videos, emocionantes mesmo! Vou divulgar no meu blog também!
    Que lição este povo nos dá!!

    Um Beijo Cris

  2. Ontem tive uma palestra na faculdade sobre a crise política no Egito. Depois da visão econômica e geográfica, a parte política me irritou. Sabe aquelas informações pra causar burburinho? Então, entre as barbáries que soltaram lá, a de que poderá haver uma reforma na constituição e criações a alterações de leis, entre as quais, haveria pena de morte pra quem mudasse de religião… (quê?), e ainda, que possivelmente, o Egito poderá ter um estado islamico como o do Iran (quê?), qualuqer um que esteja acompnhando em jornais sérios e não sensacionalistas sabe que isso é imporvável, e que os egípcios estão lutando, OS EGÍPICIOS, não os mulçumanos, não os cristão, mas os egípcios. Consegui contato com um dos meus amigos de lá, e ele está bem, alhamdolilah, e ele me disse que nesta sexta agora, estão programando novamente, mais um milhão de pessoas na praça Tahr onde os pais dele estão acampados desde sexta passada enquanto ele revesa com os vizinhos na segurança da rua. Apesar de tudo, ele está feliz, empolgado e muito, muito orgulhoso de seu povo. A cada dia eu apoio mais esta causa, a liberdade, no Egito, no Brasil e em qualquer lugar do mundo. Espero que aspessoas parem com essa visãozinha limitada do que é ser árabe, do que é ser mulçumano, e procure entender que por trás disse há pessoas, e pessoas maravilhosas.

    • nossa Suelen, fiquei curiosa para saber qual faculdade vc tá cursando e qual professor disse isso?? Pois chega a ser absurdo uma discussão chegar nesse nível.. de onde ele tirou essa reforma da constuição? ehehe Espero que vc tenha conseguido debater e mostrar que eles estão doidos ehehe

      beijos

      • Marina, a reforma da constituicao havera sim!
        Porem, nao esses absurdos ai que a Suelen ouviu na faculdade hehehe
        Os itens a serem reformulados sao os 76, 77, 88, 93, 179 e 189, e mais alguns que terao e deverao ser mais especificados nao dando brechas.
        bjao

      • Ah! Não era do meu curso, era uma palestra do curso de Relações Internacionais e eu me meti lá. (hehehe). Sim, esperei o final da palestra só pra dizer pra ele ler mais um pouco antes de falar besteira pra quase 800 pessoas. Espero que ao menos a metade daquelas pessoas leiam jornais e não limpem o bumbum com ele. hehehe. Bjus!

  3. Como? Pena de Morte para quem muda de religião? Estado Islâmico como do Irã? Eu sou Egípcio há 36 anos e nunca ouvi tanta asneira na minha vida .. isto é um tipo de defamação de uma revolução popular com todos os sentidos da palavra .. não há cristão e muçulmano na praça nem direta nem esquerda .. todos são Egípcios e apenas Egípcios .. Isso é um tipo de parasita cultural .. não deve existir no nosso mundo ..

  4. hmmm…. Isto de comparar com a revolução iraniano nos anos 70 e a situação no Egito é feito até por comentaristas na TV e alguns jornais. Um jornalista ou professor, não me lembro, foi contundente nesta comparação. 😛

  5. Ola Marina
    Primeiro quero te parabenizar pelas excelentes materias que vc tem postado aqui, inteligentes e exclarecedoras
    Em segundo quero dizer que estou com muitas saudades de vc, e que deixei um recado no MSN para vc
    Em terceiro, Ahmed quer saber como ele podera fazer para entrar nesta ONG
    Ele me disse que deixou um recado para vc no facebook, mas acho que vc nao respondeu ainda.
    Em quarto, deixamos um grande abraco a vc e ao Mostafa, e queremos logo recebe los aqui em casa.
    bjossssssssssssss

  6. Para se afiliar a nossa ONG pasta acessar a pagina no facebook
    http://www.facebook.com/pages/EgyptCA/125015574237591#!/
    e bem vindos

  7. Marina, aqui o link que traz uma ideia dos itens a serem reformulados da constituicao

    Suelen, esfrega isso na cara do idiota que soltou essas perolas ai na sua faculdade kakkkakakaka

    http://www.almasryalyoum.com/en/news/constitution-committee-agrees-amend-6-articles-national-charter

    bjo

  8. Tentei mandar o link mas nao foi, segue a mateira em ingles
    Suelen, mostre isso aos idiotas que soltaram tais perolas na sua faculdade… hahahaha
    bjao

    The constitutional amendments committee, which was formed by presidential decree, agreed to amend six articles of the Constitution during its first meeting on Wednesday,.

    The committee, which is headed by Serry Seiam, president of the Court of Cassation and the Supreme Judicial Council, agreed to amend Articles 76, 77, 88, 93, 179 and 189, in addition to any other articles that the committee may deem necessary to amend in subsequent meetings.

    Article 76 pertains to candidacy requirements for presidential elections; Article 77 pertains to the number of terms allowed for the president to stay in office; Article 88 pertains to supervision of elections; Article 93 pertains to parliament’s authority to determine the validity of its memberships; Article 179 allows for interfering with the practice of certain freedoms set forth in other articles under the pretext of combating terrorism; and Article 189 concerns the means of amending the Constitution

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: