Tempo no Egito


Hoje eu vi um filme indicado pela Filipa, leitora aqui do blog, que se chama Cairo Time. A história me levou para lá longe, apesar da história não nada a ver com a minha, parece que o Egito desperta o mesmo tipo de sensação em muitas pessoas, existe um encantamento, algo de doce e puro, que não são todas as pessoas que conseguem ver ao estarem no Cairo. É difícil se desvencilhar das buzinas, dos olhares, da bagunça. Mas com pouco esforço, se conhece muito além disso.

Muitas pessoas são secas, amargas, e não conseguem enxergar o Egito com esta sua pureza e ar morno acolhedor. Destilam apenas preconceitos e superficialidade sobre o povo: ah são bagunceiros, ah são sujos, ah não sabem fazer as coisas direito. Esquecem que a vida é cheia de pontos de vista, que talvez o seu seja bom apenas para… humm, você mesmo. A mesma quantidade de coisas que os brasileiros se julgam superiores, o mesmo poderiam fazer os egípcios, com outros detalhes da vida.

Um brasileiro se acha organizado e limpo, porém coloca cachorros dentro de casa, o que para um egípcio seria o cúmulo de sujeira. Uma brasileira se diz limpa e asseada, porém usa papel higiênico ao invés de se lavar sempre após usar o toalete. E por aí vai, são milhares de exemplos, mas como sempre diz meu marido, é bom falar da limpeza porque brasileiro adora se vangloriar por isso ehehe.

Eu já fui muito de querer entrar no choque de culturas, fui bem estúpida no Egito algumas vezes, a ponto de me perder em desejos tolos. Porém jamais deixei de ver coisas maravilhosas, de andar nas ruas (olha, algumas bem mais limpas que outras de São Paulo, quem diria) e me encantar com doces dourados de konefa, de ser sempre recebida com sorrisos, de mesmo sendo uma estranha, virem me abraçar e dizer que sou como a lua, “zay el amar”.

O filme acabou por me mostrar um pouco disso, que o Egito é sim estranho aos nossos olhos, porém é preciso um coração bem grande para entendê-lo, e a partir de então jamais deixar de amar aquele lugar e suas pessoas. Pena que muitas pessoas que conhecem o Egito ficam presas a coisas muito pequenas para enxergar um palmo à sua frente.  E, por outro lado, que bom que tem tantas pessoas que passam aqui todos os dias, e mesmo não tendo nunca ido até lá, sentem o mesmo que eu e milhões de outras pessoas: um grande amor pelo EGITO!

Ai Egito (suspiro). Vista da casa de quem? Da Barbrinha!

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em maio 23, 2011, em No Brasil e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Marina! Sim é bem isso mesmo e posso testemunhar de coração aberto! Meu encanto pelo Egito foi maior do que poderia imaginar. Posso dizer que foi mágico! Tive oportunidade de experimentar todos os sentimentos naquela terra. O encantamento foi imediato! E olhe, viajo a muito tempo, pode acreditar, conheço de verdade muitos lugares fantásticos pelo mundo. Pensei que minha ida ao Tibete tinha sido a mais interessante, mas nem de perto me senti tão querida, respeitada e cuidada como me senti no Egito! Isso foi tão intenso que apesar de prometer a mim mesma a cada volta das minhas viagens, nunca tinha começado meus relatos. E foi o Egito que me motivou a finalmente começar o blog! Todas as desventuras vividas, o Abdul a nos cuidar, as maluquices do Haissam até finalmente ter que partir e sentir a imensa vontade de voltar àquela terra e sentir o vento, o sol, o cheiro das ruas, o encantamento dos turistas ao olhar as pirâmides,os aromas da culinária, as mulheres e suas vestimentas… tudo parecia meu, dificil de explicar. Espero voltar…de verdade…
    Um beijo Cris

  2. claudia helena montanheiro

    Eu já assisti esse filme várias vezes e tive a mesma snsação que vc,voltei literalmente ao Egito e tambem dei muita risada,sabe a parte onde ela anda pelas ruas e os homens a segue,olha é bem o que vc falou,agente se envolve com o Egito e não dá mais pra abandona-lo.

  3. Eita, saudades dessa vista!!!

    Queria muito que o Kassem pudesse ter a chance de viver la um pouquinho!

    Na verdade ele viveu, mas estava na minha barriga, queria ve-lo correndo por aqueles corredores, se escondendo nos quartos, visto o lindo mar de Alexandria!

    Um dia, quem sabe?! Só Allah sabe de todas as coisas!

    By the way vc alugou esse filme?

    Beijos e fiquem com Deus

    Barbrinha

  4. Pra mim o Egito foi amor de primeira vista; confesso que me decepcionei com várias coisas, mas isso não ofuscou o brilho de um país rico em culturas, diversidades, historia…

  5. Oi Marina, inflelizmente nunca fui ao Egito mas faz parte dos planos futuros. Lugares exóticos, pessoas queridas e amáveis como vc sempre relata aqui. Sei que quando vamos conhecer uma cultura precisamos nos despir da nossa para evitar comparações e acabar perdendo a grande oportunidade de aprender com o outro, sob um novo ponto de vista. Isto é, se por no lugar do outro, essa é a melhor maneira de adentrar e e entender uma outra cultura.
    Agora vou assistir ao filme, obrigada pela indicação!
    beijinhos,
    Sahira

  6. Essa questão da higiene é muito relativa em alguns casos, mesmo.
    Aqui em São Paulo, já vi cada lugar Jesus me chama, que pelo amor de Deus! Pedi pra viagem e depois joguei fora, porque a coragem de comer perdi!

    Mas o Egito sim, é um dos lugares que tenho muita vontade de conhecer! Tirar uma daquelas fotos clássicas, em que se dá um beijinho no ar, parecendo que uma das estátuas está beijando a gente kkkkkkkkkkkkk

  7. Julianna Louise

    Seu post de hoje me fez viajar de volta ao Egito.
    Saudade daquela terra. Meu cora§ão ficou apertadinho de lembrar dos momentos q vivi ali com meu amor.
    Infelizmente vai demorar um tempo ainda para voltarmos pro Cairo e isso me deixa muito triste 😦 .
    Meu sonho é criar meu filhos no Egito. Ainda não tenho filhos com meu egípcio mas a gente sempre conversa sobre ver nossos filhos crescerem no Cairo.
    Eu confesso q nunca fui amante do Egito e nem me interesssava muito pelo país, e olha q sou professora de história mas quando conheci mmeu egípcio e pisei naquela terra algo muito estranho aconteceu comigo. Não sei dizer o q foi q aconteceu mas o Egito mexeu comigo de uma forma inexplicável e o dia q tive q deixar o Cairo uma parte de mim ficou e eu nunca mais fui a mesma. Eu realmente espero q um dia eu possa voltar e não sentir mais essa saudade dos meus dias vividos por lá.
    Engra§ado q meu egípcio não amava o Egito e depois de mim ele come§ou a olhar para o próprio país de forma diferente e hoje ele me agradece por isso.
    Fiquei triste agora e com muita muita saudade.
    Ahhhhhh o Egito ….

  8. Concordo com todas que escreveram acima sobre o encantamento com o Egito….é algo mágico mesmo. Sinto saudade de lá. MUITA MESMO!!!!

    Ei, eu já procurei esse filme e não achei! Você baixou pela internet ou achou em alguma locadora?

    Bjs

  9. Que bom que gostaste Marina! Adoro esse filme, sp q bate a saudade (saudade permanente eu diria) do Egipto vejo um pouco do filme para acalmar meu coração, que ficou por lá, eu acho… Egipto tem algo que não se explica apenas se sente! Beijinhos para todas 🙂

  10. Olá Marina…

    Adorei este artigo, e faz muito sentido o que você e as outras mulheres aqui falaram: que é necessário ter muita sensibilidade para entender a magia e o encanto que ronda o Egito como um todo. Eu sempre gostei muito do Egito, principalmente da sua cultura. Meu amado egípcio está me fazendo amar a sua pátria tanto quanto amo a minha, que é o Brasil, assim como eu procuro fazer com que o Ahmed ame o Brasil também. Pois como falei, temos que ter um coração e alma simples para entender e acolher a doçura de outros povos…

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: