Mudança de hábito


Toda vez que nos forçamos a fazer algo novo e fora da nossa rotina, temos de nos sacrificar. Quando isso tem um simbolismo místico ou espiritual, às vezes é um pouco mais complicado, pois depende apenas da nossa força de vontade e crença naquilo. Assim é o ramadã para os muçulmanos.

Ficamos sem comer e beber durante o dia, e celebramos de noite com nossas famílias. Em um mundo tão focado no efêmero e nas coisas práticas, pode parecer estranho esta repentina instropecção que o ramadã nos causa. O jejum não é apenas de alimentos, mas também de atos, temos que tentar ser melhores, fazer caridade e nos focarmos nisso.

E para que ficar sem comer? Tem gente que não entende, vai falar que é besteira, que faz mal ficar sem comer. Sim, todas as revistas de moda falam que pra você ser saudável, tem que comer de três em três horas. Mas são essas mesmas revistas que toda hora mudam de opinião e receita, cada hora é um alimento que previne tal câncer, ou o outro que ajuda a emagrecer.

Mas, se alguém que lê o blog está querendo algo um pouco mais científico também sobre o ramadã, existem alguns estudos que mostram os benefícios de abster-se de comidas, como redução de colesterol. Aqui tem um texto sobre isso (mas confesso que não pesquisei na fonte original, tenho que ver depois se este estudo diz isso mesmo, porém vale por curiosidade): http://hypescience.com/estudo-constata-que-jejum-pode-fazer-bem-para-a-saude/

 

Mas o jejum do ramadã tem sido realizado a mais de mil anos, e os benefícios dele são bem nítidos para os milhões que os fazem todos os anos. Não estou falando só do bem estar físico, de você se sentir desintoxicado e, se não exagerar, até perder uns quilinhos.

O jejum é praticado em diversas religiões do mundo com um sentido maior, que é o espiritual. No islamismo, você deixa de comer para pensar nas pessoas que não têm alimentos e para valorizar tudo o que você possui na sua vida. É um sacrifício, em nome da conscientização. É colocar de uma forma prática sua devoção e agradecimento.

Para algumas pessoas é difícil começar, tem gente que não se sente bem. Porém quase é sempre é mais uma questão psicológica do que física. Se um dia fizer isso lembrando daquelas pessoas que não tem nada para comer, talvez entenda que ficar algumas horinhas esperando não é nada se comparado ao sofrimento deles. Pois quebramos nosso jejum com um banquete, e eles, às vezes, com a morte.

Porém, este post não é para ser deprê não, só quis mostrar um pouco mais do sentido de se jejuar, e porquê eu me sinto muito à vontade para fazê-lo e feliz por ser capaz.

diário do ramadã – dia 1

E começo meu primeiro dia assim. Agora são quase 11hs e comecei a sentir fome pela primeira vez, mas o que mais me incomoda é sono.

Sim, acordei 5 hs da manhã para fazer o ‘sohor’ (refeição antes do nascer do sol). Fiz como o vídeo que postei ontem mandou, tomei muita água, comi uma fruta e cereal rico em fibras, nada de exageros. Rezei o fajr (primeira oração do dia, coisa que nunca faço pois para mim é muito difícil levantar nesse horário, e por isso se tornou minha meta desta ramadã) e tentei dormir depois, mas não rolou… Fiquei de um lado para outro na cama até 7h30, tive vários sonhos porque meu sono estava leve, porém estava cansada ahaha não sei como vou aguentar interromper meu soninho todos os dias, é realmente difícil e admiro quem consiga!

E agora fico pensando em como não fazer isso quando chegar 5h45 (ri muito com esse vídeo, pois é o que maioria faz ehehe):

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em agosto 1, 2011, em No Brasil e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Oi Marina, tudo bem? Essa é a primeira vez que escrevo aqui no seu blog, e achei ele muito legal!! Eu simplismente estou amando tudo o que você posta! Olha, confesso que sou meio tímida, por isso só estou comentando agora. Mas eu fiquei encantada com sua história e do Mostafa. E desejo que Deus sempre abençeo vocês sempre. A paz do Senhor!!!

  2. Salam Marina,feliz Ramadan a voce
    Eu nao sigo o ramadan,respeito e acho perfeito quem consegue faze-lo de coracao,com certeza voce esta mais proxima de Deus possivel nessa epoca,que eu consiga um dia me sentir cofortavel para pelo menos tentar.
    Vamos nos encontrar essa semana?Combinamos um jantar em algum shopping ou lugar que vc indicar

  3. No Ramadan sabemos que nossa fé é maior que a nossa fome!!!

    Gostei do video….kkkk

    Beijos e fiquem com Allah

    Barbrinha

  4. oi Marina tudu bem? queria saber se todo mundo pode jejuar no peridodo do ramadan, pessoas que não são ou estao convertidas ao islamismo mas que entedem a importancia de faze-lo. na duvida hj foi meu primeiro dia, e sinceramente achei que iria ser insuportavel, pq como demais ;p, mas não sofri, apesar de alguns momentos a barriguinha da sinal de vida, me mative forte…. aguardo sua resposta com carinho… bjao e Ramadan Karren….

  5. Muito semelhante ao verdadeiro sentido da Pascoa para quem é cristão praticante.
    Um ótimo Ramadan pra vcs 😉

  6. Bom Ramadan, Marina!
    Realmente é muito bacana o sentido que esse período possui.
    Imagino que seja assim mesmo para algumas pessoas hehe…. Muito bom o vídeo.
    Beijos

  7. Marina sou Cristã e também fazemos jejum como forma de aproximação de Deus…
    E muitas vezes eu e alguns amigos também fizemos orações de madrugada…Combinamos um horário e cada um acorda em seu lar, levanta e ora ao Criador…
    Acho maravilhoso podermos nos separar, e ter momentos para meditar na Palavra de Deus e em sua grande misericórdia por nós…

    Tenho certeza que vc conseguirá acordar para orações!

    Um ótimo Ramadan!

  8. simonebarbariz

    AMEI o vídeo!!!!! rsrsrsrsrsrs
    Pior q tem gente q faz assim mesmo… 😦

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: