Sem vergonha – matemática


Uma das coisas que me propus a fazer este ano é me dedicar a coisas que realmente me acrescentam, tentar me organizar um pouco mais e estudar. Desde que me formei, em 2005, não tinha mais estudado nada. E não digo fazer um curso ou algo específico, mas ir atrás de conhecimento sozinha, de algo que seria útil para mim.

E agora explico o título do post: eu sou uma sem vergonha, porque se tivesse um pouco de noção nessa minha cara, não contaria para vocês meus problemas com a área que resolvi estudar, a matemática.

Eu sempre fui daquelas alunas que decorei como fazer os tais exercícios de matemática. Nunca entendi porcaria nenhuma da lógica das coisas, tem alguma parte do meu cérebro que dormia quando o assunto era esse. Mas, por ironias da vida, eu trabalho justamente numa área em que conhecimento matemático é importante e chegou um momento em que decidi enfrentar essa minha dificuldade, ao invés de levar isso com a barriga.

Pois bem, peguei um livro na casa da minha mãe sobre o básico de raciocínio lógico. Comecei a ler sobre a teoria de conjuntos, aquela coisa isso pertence a não sei o que, intersecção, subconjuntos, etc. Confesso que aquilo parecia grego, li, reli, achei que entendi e fui fazer os exercícios. Errei metade. Pior, olhando as perguntas, imagino que aquilo seja coisa de quinta série, mesmo assim, algumas contas eu tinha que fazer na mão, o cérebro fervia, e eu errava.

Pedi ajuda, sorte que tenho engenheiros na família (no caso o meu cunhado) com paciência o suficiente. Começou a me ensinar do zero, me ensinou aquela coisa de reta. Fiquei uns 10 minutos querendo entender porque -2x-2 é 4, por que raios vira positivo? Antes eu só decorava essas coisas, agora queria que isso fizesse sentido, finalmente. Descobri que até mesmo a taboada eu precisava estudar, simplesmente não lembrava das contas (viu como é vergonhoso ahaha), por pura preguiça mental, comodismo, fui deixando a matemática ser algo difícil ou impossível.

Mas insisti, refiz os exercícios, busquei vídeos na internet. Equação de primeiro grau, segundo, o que são mesmo os números primos? De repente, senti forças ao lutar contra essa dificuldade, essa barreira, e fui saindo dela. Agora, além de escrever, quero saber calcular.

E você, o que gostaria de aprender de verdade?

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em fevereiro 13, 2012, em No Brasil. Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Ei, o Jaime disse que está esperando você! Falou apenas para você passar antes para ele o quer estudar!!!
    Pode ter certeza que você vai tirar de letra 🙂

    Beijos

  2. Matemática é ótimo para disciplinar o cérebro. Ensina a pensar com mais clareza ( e não só em termos de cálculos, não)!
    Se puder, leia o livro ” O homem que calculava”. É ótimo!
    Ele aguça nossa lógica com estórias simples e questões inusitadas ( a minha preferida é sobre Justo e Certo – ele diz que nem tudo que é certo é justo, e nem tudo que é justo é certo) hahaha e faz todo sentido!
    Boa sorte! ❤
    Mirian

  3. Ah Mirian, já ouvi falar desse livro, se não me engano é o autor é árabe ou o tal “homem que calculava” era, árabes são mto bons em matemática, pelo menos muito do que conhecemos hoje é da autoria deles 🙂
    Eu sou PESSIMA em matemática, depois que juntaram os números e o alfabeto então….mas acho que química consegue ser ainda pior.

  4. Oie Marina, é incrível como nosso cérebro vai se acomodando com o passar do tempo. Eu tbm sou péssima em matemática, mas amo química, não é a toa que sou técnico em química, hehe.

    Eu quero aprender a falar inglês de verdade, não esse embrometion que eu falo. Tbm quero aprender o árabe pq sinto mta dificuldade. Vou seguir teu exemplo e vencer essa barreira.

    bjiimm e ótima quarta-feira

    http://meuamorpaquistanes.blogspot.com/

    http://muslimahfashionn.blogspot.com/

  5. Mari só você mesmo viu kkkkkkk. Mas está mais que justificada, realmente tem coisa que agente simplesmente não absorve. Eu quero morrer quando em algum concurso tem a parte de raciocínio lógico hahaha, misericórdia pra mim não tem nada de lógico e eu fico pensando que tenho algum problema, como assim entendo química e não entendo matemática ¬¬. Mas na verdade é pura falta de prática, pura preguiça de sentar e estudar de verdade. Estou desafiando dessa vez o inglês, acabo de fazer minha matrícula e não descansarei enquanto eu não falar um inglês que me satisfaça kkkkk. Eu amei sua iniciativa e com certeza os resultados serão um máximo !!!!!!!!.

    obs: Mari é a Juh do blog Ursinho da Juh, estou de blog novo ^^

    Bjuuuu
    Fica com DEUS =)

  6. Que legal, gostei da ideia de vcs agora colocarem posts assim, sobre outros temas do cotidiano que qualquer pessoa passa na vida…
    Ah os desafios… São tantas coisas que eu gostaria de aprender de verdade. Quando eu tinha 15 anos e cursava Turismo, aprendi alguns idiomas, no intuito de quando fisesse uma viagem internacional, saber me comunicar; dentre esses idiomas, estava também o Alemão, mas o bloqueio (e preconceito até certo ponto) me fizeram pensar que é uma língual ‘muito difícil’ rsrsrs… Que nada!!!! Este ano meti a cara pra estudá-lo e uma surpresa… estou achando mais fácil que Inglês… Tudo é questão da mensagem q mandamos ao nosso cérebro 😉
    abs

  7. A vida é cheia de desafios… já quis (e quero) aprender tanta coisa de verdade, Quando eu tinha 15 anos me propus a estudar Alemão, mas eu bloqueava a minha mente, dizendo q é um idioma “muito difícil”, eis que este ano, resolvi voltar a estudá-lo; e, para minha grande surpresa, estou achando mais fácil que Inglês!
    Tudo é questão dos ‘comandos’ que mandamos ao nosso cérebro… Temos que estar com a mente e o coração abertos para esses novos aprendizados, então, conseguiremos nossos objetivos.
    😉

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: