Decifrando pessoas pela internet. Funciona?


A história é a seguinte.

Se eu posto um dia algo feliz sobre minha vida, meu casamento no Egito, é porque sou deslumbrada, vejo a vida cor de rosa.

Se eu posto algo ruim contra os egípcios, falo de golpe, é porque sou generalista, gosto de criticar.

Se eu posto algo bem pessoal e desabafo, sou o ser mais grosso e sem educação da face da terra.

Se eu posto algo sobre uma viagem ou lugar bacana que conheci, é porque quero me mostrar e sou metida.

Resumindo, será que a Marina que vos escreve é:

a) Uma pessoa calma

b) Uma pessoa nervosa

c) Uma metida

d) Uma pessoa feliz

Vocês acham que realmente dá para definir o que é uma pessoa apenas baseado num post ou em alguns posts? Claro que não. Sei que é normal a gente formar uma opinião, ainda dependendo de nosso humor, expectativa e fase da vida, nossa reação ao que lemos pode variar muito. E esse post não é uma crítica a nada, nem a ninguém, apenas mesmo um convite a mim mesma para refletir sobre meus julgamentos e vocês os seus.

Conhecer alguém na internet é bacana, é legal, eu sou quem mais pode falar sobre isso, afinal conheci meu marido na internet sem ela não teria a melhor parte da minha vida. Mas, ao mesmo tempo, precisamos às vezes ultrapassar essa barreira para ter algo um pouco mais palpável, verossímel, sem esteriótipos. Por que, no final das contas, aqui nessa tela de computador eu sou só uma pequena faceta do que você imagina o que eu seja. Até por isso, tenho as mais diversas opiniões sobre minha pessoa divulgada por aí… tem gente que me acha um amor, paciente. Pode ter sido aquela pessoa que respondi um longo email ou fiquei horas no msn tentando explicar detalhes. Já outras acham que eu preciso de terapia, se escondem em perfis anônimos, mas não sabem que posso ver até de qual cidade de onde são, mesmo que isso seja em (modo indireta #on) Guaporé-RS (modo indireta #off) ou Beijing. E não, não sou perfeita, a quem não erra. Também já comentei anônimo e quebrei a cara, justamente por achar que podia julgar as pessoas pelo pouco que elas se manisfestam por palavras, sem nem conhecer a essência real da pessoa e no que realmente aquela pessoa pensa.

Se expressar é algo complicado, quantos mal entendidos já não tivemos na vida, por usarmos uma palavrinha errada numa discussão? Imagina aqui então, onde vocês não veem minha cara (nem sabem que estou sorrindo agora, não estou com a testa franzida ou tensa, como se isso aqui fosse um tese de doutorado).  Vocês não sabem se falaria isso aqui tudo em um tom de voz agudo, alegre e rápido, ou de forma professoral, calma e enérgica. Aliás, se fosse pra falar o que escrevo, eu seria muda, pois não sei me expressar bem falando.

Geralmente, se quero falar algo sério ou sentimental, primeiro que eu não falo, eu choro. Até pro meu marido às vezes digo, ai posso te mandar um email pra você entender o que quero dizer? Ele fica bravo, claro que não aceita ahaha Ou seja, a vida é para dar a cara a bater, a internet só ameniza um pouco a sua forma de se expressar. E mesmo que tudo isso que eu escreva aqui, não seja necessariamente a “Marina” em sua totalidade, quase sempre tudo o que leio por meio desta mesma internet, me afeta.

E é nesse ponto que gostaria de mudar, ser mais tranquila, relevar. A minha vida não está aqui. Pode parecer que, pelo fato de ficar online o tempo todo e comentar sobre mil coisas, estar sempre atenta a tudo, eu acho minha vida virtual a coisa mais importante. Mas tá super longe disso. Eu faço mil coisas, saio, trabalho, passeio, viajo, dou muita risada, choro um pouquinho, canto alto, buzino no trânsito, durmo agarrada nos meus gatos.

Inclusive, estou prestes a fazer uma viagem legal, mas fiquei pensando se deveria postar sobre isso no blog. Toda vez que posto sobre alguma viagem que faço – que nunca é pro Egito – sinto que ninguém dá muito bola ou que alguém pode achar que estou querendo só me mostrar. Por que, não consigo simplesmente postar o que tenho vontade? Sempre acho que o blog não é meu, é de vocês, que estão aqui só porque escrevo o que querem ouvir. E se deixar de fazer isso, sobrará alguém?

Mas antes que alguém se levante e corra para digitar que preciso de médico ou tratamento, lembro de uma das minhas frases anteriores desse post:  Minha vida não é internet. Antes de levar tudo isso muito a sério, sorria e seja feliz.

Ai, quanto dilema? Essa metalinguagem me cansou. Fui!

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em maio 11, 2012, em No Brasil. Adicione o link aos favoritos. 15 Comentários.

  1. Marina não se importe com a opinião alheia.

    Pessoas tem opniões diferentes e sempre vão ter…é assim a vida…

    Penso que a vida seria muito mais interessante se vivessemos com mais autenticidade, pois perdemos tanto tempo tentando agradar, dizendo sim, quando queríamos dizer não.

    Nesta vida de internet entramos tanto nas vida das outras pessoas quando deveríamos usufruír com intensidade da nossa vida.

    Nas horas em que está sozinha, sem ninguém por perto, este é o momento de ouvir o seu coração.Além de você não existe mais ninguém que realmente conheça os reais desejos.

    Seja você MARINA, sorria, faça seus passeios, ame, sonhe e realize…e para quem gostar ok, e se não gostar é uma questão de opnião e vc não vai poder mudar isso..:) deleta da sua vida e siga em frente…

    Sua felicidade só depende de você e fique com Deus….

  2. Pois é, Marina… o povo fala demais, e geralmente fala o que não deve… Na net as pessoas ficam valentes, julgam, apontam o dedo na nossa cara… mas sabe de uma coisa: foda-se esse povo (vou arder no mármore do inferno agora! heheheh)… Escreva sobre o que você tem vontade e ignore as mal amadas! E olha que são muitas…. passam o dia na net fazendo intrigas e tudo mais…
    Eu gosto muito de você e do seu blog, lerei independente do que for.
    Beijos

    Dani

  3. Na boa ……homem safado tem em todo lugar do planeta!Não se pode ter certeza de nada na vida a não ser da própria morte um dia! As pessoas mudam sim , os sentimentos mudam também ……não há fórmula exata quando o assunto é relacionamento, o que é bom para mim , pode não ser bom para os outros! Um bom ditado é ” Quem não arrisca , não petisca”! Quem tem medo da vida , não vive ! Melhor tentar , arriscar , do que passar o resto da vida pensando como poderia ter sido!E a título de esclarecimento, tenho meu Mohamed , que amo de paixão( pelo menos por hora) e que em breve estará no Brasil comigo! Portanto affffffffffffffffffff ………………..menos neuras e indagações e vamos viver!!!!!

  4. oi marina boa noite, enfim eu também estou vivendo um grande amor virtual…conheci ele pela a net também, muito em breve iremos nos casar, por ele e pelo o nosso amor eu me tornei muçulmana foi simples na minha cidade existem uma mesquita então eu fui até la espliquei toda a minha situação e ai na presença de outros muçulmanos eu me convertei ao islâ agora proximo passo é esperá até novembro ainda desse ano para me junta ao meu grande amor Hossam ele viver no egito alexandria eu estou muito feliz, e sempre estou lendo o seu blog obrigado pelas as orientações e é verdade pela a tela do computador pode se espera o enesperado e você direpente pode está diante do seu grande amor bjos!

  5. Oi marina tudo bem?
    Olha poderia simplesmente te dizer o que eu faria em seu lugar, e sinceramente como voce mesma disse isso tudo aqui e vida virtual,entao relaxa,nao coloco isso em sua vida como se fosse importante,nao se importe com quem nao se importa com voce. Pessoas ruins existem tanto na vida real, como na virtul, e decepcoes tambem acontece nos dois lados,mais a vida continua ,e nao vamos mudar essas pessoas mesmo porque elas nao desejam isso, se desejassem nao estariam aqui te julgando sem ao menos conheca-la.
    Sobre o blog ,post o que voce quiser, ele e todo seu,se por caso voce perder leitoras que estao aqui nao so porque voce escreve muito bem,mais porque conheceu algum egipcio voce com certeza ira ganhar outras, a vida e ciclo e acredito que tudo isso aqui tambem seja, tudo muda..

    Fique com Allah.

  6. Marina,

    Nao procure por aceitacao pq vc vai se magoar, escreva o que te agrada e nao o que agrade aos outros. Critica todo mundo recebe, fazendo certo ou errado, tendo razao ou nao… Enfim, o mundo ta muito bipolar ultimamente rs
    beijos

  7. Olá Marina,
    Sempre visitei o seu blog mais nunca me manifestei, na realidade acho os seus posicionamentos e conselhos muito legais e saiba que mesmo sem saber, você me ajudou muito, desde de já obrigada!
    Eu moro em Milão e tenho um namorado egipcio que simplesmente adoro….ele está aprendendo português, por acaso o seu marido dá aulas através do skype? Gostaria também de fazer novas amizades com meninas que tenham namorados egípcios… Beijos a todas e bom domingo!

  8. Marina, eu fico com as opções A B C D E F G ….. e todas as letras do alfabeto, prq vc pode ser tudo isso mesmo e mais, vc é humana, erra, acerta, ri, chora, briga, desafia, etc etc, ninguém conhece ninguem, nem mesmo a sí próprio, estamos sempre em transformação.

    Vc sabe muito bem que essas intrigas, fofocas e disse me disse sempre existiram, não é a primeira nem a última vez, esse é o preço que se paga por ser popular e por mais que vc diz que o vc revela na net é só uma parte do que vc é, na verdade vc está exposta do mesmo jeito e isso atrai inveja.

    Eu odeio qdo dizem “inveja boa”, inveja é uma merda mesmo, quem sente inveja do outro não é capaz de progredir, é podre e vive na escuridão, eu mesmo tenho e sei de umas e outras que me “amam” e já me tiraam do sério e perdi a paciencia, puxando meu tapete e tudo mais.

    Ser feliz é sua maior obrigação, e isso incomoda muita gente mesquinha.

    Viva e deixe-se viver.

  9. Gostei do seu post… lembre-se é sempre difícil agradar gregos e troianos……rsrsrsrsrs….
    mas continue sempre fazendo o que vc gosta ( no caso escrevendo) por que afinal de contas as pessoas que se aproximam da gente sempre tem que gostar do que somos, com as qualidades e defeitos também….. Seria bacana se vc postasse a sua viagem, amo saber sobre viagens ( qualquer que seja elas….rsrsrsrs)

    Bjux

  10. OI,
    eu venho lendo seu blog há algum tempo, mas só agora tive coragem de postar! Namoro um Paquistanês, ele mora em Dubai…e sim, pretendemos nos casar! Está meio que tudo programado, mas claro, lá dentro do coração vocÊ fica com aquela duvidazinha e um aperto gelado, se realmente as coisas vão funcionar! Bem, gostaria , se possível, de ter contato co você, até para te explicar melhor a minha história e perguntar sobre a sua experiência…coisas que as vezes ficam nas entrelinhas!
    SE POSSIVEL ME ADD, ranahdocinho@hotmail.com
    Um abraço Marina.

  11. Não se importe com que as pessoas digam, se gosta de escrever, escreva, tem pessoas que são felizes em fazer outras infelizes. Não ligue, seja sempre vc mesma. bjs

  12. Marina, amei seu blog. Participo do seu grupo. E eu acho que você tem que escrever o que quiser. Eu amo a sua eloquência. E não importa se escreve sobre o Egito ou outro assunto, quem gostar de textos bem escritos estará aqui lendo seus post. Bjs. 🙂

  13. Adorei seu post muito transparente! Eu tenho um namorado egípcio que quer vir morar no Brasil! Mas ele precisa de um visto ou carta convite na verdade eu estou perdida não sei como ajuda – lo! Eu sou empregada doméstica não tenho recurso nenhum! Por favor me ajude eu preciso de seus conselhos! Obrigada💋

  14. Conheci uma pessoa na Internet.ele é da Jordânia. Quer vir me conhecer.o convite sou eu que mando pra ele.onde posso ir para formalizar esse convite?mas sei que o visto pode ser negado mas tenho que tentar.ele vem como turista. (Amigo)

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: