Lidando com maridos


Na minha faixa estária, perto dos trinta, praticamente todas as minhas amigas, primas, conhecidas, etc, estão naquele ponto da vida, casando, namorando mas querendo casar ou solteiras à procura de alguém legal para formar uma família, afinal não estamos mais para brincadeira. Como acabei casando relativamente cedo, aos 23 anos, muitas se perguntam como consigo ter um relacionamento tão tranquilo e harmonioso com meu marido, ainda mais ele sendo de uma cultura tão diferente. Então preparei algumas dicas básicas, claro que relacionamentos são feitos por mil nuances e cada um é único. Mas preparei meu pequeno guia, que pode ajudar alguém eheheh

Dica 1:

Claro que temos conflitos, nossos problemas, mas eu sou daquele tipo de pessoa que lava roupa suja só em casa, se estou com alguém, procuro não ficar falando os defeitos dele em público, só em situações muito específicas. De modo geral, acredito que temos de valorizar muito a pessoa com quem estamos, se a gente não dá valor a ela e faz propaganda positiva, só reclama, fala mal, como vamos depois respeitá-lo dentro de casa? Então a primeira coisa é: nunca detone a pessoa que você ama para desconhecidos ou quem você não tem muita intimidade. Vai parecer que quem tem problema é você, não seu parceiro.

Dica 2:

Homens, por força da criação machista que temos no Brasil e em praticamente no mundo todo, como o Egito também, são criados se achando os reizinhos da casa. Quando se deparam com mulheres modernas como nós, com emprego bom, carreira pra seguir, estudos, ambição, eles ficam meio perdidos. Primeiro porque deixam de ser paparicados o tempo todo, tem que levantar a bunda da cadeira para pegar um café, de vez em quando lavar um copo, ajudar a lavar roupa, essas coisas normais de casa, que geralmente a mãe deles sempre fez pra eles sem reclamar. Claro que tem exceções, mas maridos geralmente precisam ser condicionados a te ajudar, de vontade própria poucos ajudam. Mas não adianta berrar, xingar, jogar macarrão na cabeça dele. Ele vai se achar o mais coitado do mundo, então o certo é criar regras e insistir, mas de jeito carinhoso, caso ele seja um preguiçoso de marca maior – caso do meu marido, por exemplo.

Dica 3:

Ligado à dica número dois, homens estão acostumados a serem alimentados pelas mamães, tias, avós. Eles podem até saber cozinhar de final de semana quele super prato especial e a família toda vai dizer que é o mestre cuca da casa. Mas durante a semana, homem odeia cozinhar todo dia janta, ele sempre vai esquentar uns nuggets e reclamar que comeu mal. Você, como mulher que trabalha, moderna, claro que não vai pro fogão todo santo dia. Então, o jeito é educá-lo a aprender a gostar de lanche de noite (coisa que meu marido egípcio abomina) e utilizar seu poder prático de saber cozinhar coisas rápidas e práticas de vez em quando. Quando vocês estiverem numa fase meio de crise, meio de cara fechada, experimenta fazer uma jantinha honesta pra ele. Homem se vende pela barriga, vai por mim.

Dica 4:

Hoje em dia, homens e mulheres muitas vezes trabalham. Você pode ganhar ou menos que ele, mas as contas de vocês devem ser vistos como algo do casal, não de um ou outro. Quem ganha mais, não pode dizer isso na cara do outro e falar que paga mais, por isso merece algum tipo de benefício na relação. Misturar a questão financeira no meio de brigas, é a pior bomba que você pode jogar numa relação.  Na hora de comprar coisas, das mais necessárias às mais fúteis, vale a pena pensar no que vocês têm em conjunto, e não em qual é sua parte. Você tem que pensar, se comprar tal coisa, ele pode esperar no mês que vem para comprar aquela outra coisa que ele quer também? Se os dois saírem pensando sozinhos nas suas contas, pode ser que na hora de necessidade, um precise da ajuda do outro para quitar alguma coisa e aí já viu, cada um pensando em si, pode ser que falte dinheiro ou que algum gasto inútil tenha sido feito pois o casal não fazia ideia da situação econômica real dos dois.

Dica 5:

Não brigue por brigar. Dê caminhos para seu parceiro. Se você quer criticar ou ajudá-lo em algo, use sua experiência para criar passos que ele possa seguir. Muitas vezes é difícil mudar a cabeça de uma pessoa, mas se você der algo prático que ele possa seguir, talvez comece a concordar com você. E tem horas, que simplesmente é melhor deixar quieto. Ninguém muda ninguém. Se seu marido marido fuma, outro exemplo pessoal meu, não adianta você fazer escândalo e dizer que ele tem de parar de fumar para você, que faz mal, sei lá o quê. Hábitos – e modos de pensar – estão super enraizados naquela pessoa, você tem que se casar consciente deles e entender que o outro só vai mudar se ELE quiser. Por mais gritos, cobranças que você faça, cabe a ele tomar esta decisão. O máximo que você pode fazer é dar esses caminhos de forma clara e prática, pode ser que uma hora ele resolva tentar alguma coisa do que você disse. Mas pressionar ou pedir para alguém mudar, isso não dá certo.

Dica 6:

Coloque o amor de vocês acima de tudo. Essa não precisa de mais explicações.

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em maio 29, 2012, em No Brasil e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. adorei Ma! concordo com cada virgula! bjos, Paty

  2. Como diz minha avó: “Deixe sempre seu marido pensar que ele manda na relação. Consiga o que você quer convencendo-o de que foi ele quem escolheu aquilo e ele sempre estará feliz” rsrsrsrsrs

  3. Olá, sou Ângela
    adorei sua publicação, obrigado por está compartilhando conosco suas experiências, abço.

  4. Esta é a Marina poderosa!!!! hehehhehe! Adorei o Post.

  5. MUITO BOM,GOSTEI.
    A MULHER SÁBIA EDIFICA,A TOLA DERRUBA COM AS PRÓPRIAS MÃOS.
    VOCÊ É UMA MULHER SÁBIA .

  6. Como sempre,apesar da pouca idade,você é muito sábia,parabéns pelo teu equilíbrio.

  7. Quero ver os modelos das noivas, tipo vestidos jóias etc…

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: