Mudança


Uma casa pode ser apenas um local onde se guarda móveis, papéis, utensílios. O que torna uma casa especial, porém, não são os seus móveis, a decoração, o piso novo ou os tacos velhos e desgastados. O que torna uma casa diferente, é quando ela muda de status e se torna um lar. E não há material de construção algum que erga um lar.

Um lar também não é feito só de sentimentos ou apego físico. Ele é feito de momentos, de experiências, de imagens que você vai registrando ali dentro ao longo do tempo. Um lar é para sempre um lar, único e aconchegante, mesmo quando não se está mais nele há anos.

E assim foi a semana passada, empacotando, tirando tudo do lugar, transportando, levando tudo que havia no meu lar para uma casa nova. Sim, a casa nova ainda não é meu novo lar, pois estamos apenas começando a nos relacionar.

Durante aquela semana, eu tinha tanta coisa para resolver que não deu tempo de ficar filosofando sobre o que estávamos fazendo, fui passando como um trator, jogando tudo – literalmente – em sacolas, caixas, bolsas, onde desse. Às vezes uma pontinha de nostalgia passava por minha cabeça, mas eu a destruía por medo de ficar sensível demais. Mas o Musta falou uma, duas vezes, durante aquele processo, um desabafo simples de homem: “Ah, mas eu vou sentir saudades daqui.” Eu também, eu também, mas não vamos falar sobre isso, pois eu sou mulher e se ficar pensando nisso eu piro, pensava sozinha enquanto respondia apenas com um sorrisinho.

E assim nos transportamos, os gatos também foram e odiaram, claro, o começo de tudo aquilo. O Tito fez até xixi no caminho, de tanto medo que ficou de sair – ele nunca saía e, mesmo quando viajávamos, alguém ia em casa dar comida, pois ele sempre se revoltou ao ser tirado de lá.

Chegamos, eu atordoada com a bagunça, fiz milhares de agachamentos – já que não posso carregar peso nenhum – e fui arrumando o que dava. Minha mãe foi um anjo, ficou no primeiro dia até dez da noite me ajudando, minha irmã e cunhado também apoiaram, mas a bagunça é infinita. Dormimos exaustos, mas muito bem.

Passada a frenesi do primeiro dia, voltamos ao antigo e pequeno apartamento para pegar as coisas que faltavam. Ao entrarmos nós dois ali sozinhos, a casa vazia parecia muito maior. Ao falar, minha voz fazia eco. Não havia sobrado nem mesmo o som antigo do nosso lar! Tentei não pensar, corri para jogar mais objetos em sacolas, caixas.

Quase no fim, Musta me chama de novo, e diz pela última vez:

– Mas eu vou sentir muita saudade daqui, você não vai? Foi aqui eu começamos nossa vida, aqui que vivemos muita coisa.

– Não sei se chamaria de saudade, pois eu gosto de aproveitar o momento presente. Aqui foi muito bom, mas a nova casa com certeza será melhor.

Mas a gargante fechou nesse momento, corri para ele pedindo um abraço bem forte. E chorei como em todas as despedidas tristes.

Anúncios

Sobre Masr culinária mediterrânea

Encomendas para Zona Oeste e Centro de São Paulo. Outras localidades sob consulta. Como trabalhamos com matéria-prima fresca, o ideal é que pedimos sejam feitos com antecedência.

Publicado em janeiro 22, 2013, em No Brasil e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Sempre é difícil deixarmos coisas do nosso passado, ainda mais quando são momentos felizes….. Meus parabéns pela nova jornada.

  2. Patricia Lombardi Perez de Abreu

    Mais um texto lindo!!!! Ahhhh quero conhecer a nova casa!!!!

    Patrícia

  3. Eu entendo um pouco do que você sentiu, pois passei por isso há pouco tempo. Ainda hoje minha filha viu uma foto da nossa casa antiga e disse: mamãe, quero a nossa casa. Realmente, leva tempo para que a casa nova se torne um lar, mas aos poucos vamos construindo nossa nova história e novos momentos que a farão tão especial como a antiga.

  4. Me lembrei agora de quando nos mudamos de São José para São Paulo… Sai de lá chorando..a Divina e a criançada da rua na porta para o ultimo adeus. Você, seus irmãos e sua avó no chevette verde…seu pai já estava nos esperando em São Paulo Dureza. Ai sua avó abriu a Biblia, leu um trecho que não me lembro qual… alguma bênção ou reflexão sobre mudanças de vida (não de casa). Lá tínhamos sido muito felizes.
    Quando chegamos no apto em São Paulo, olhei aquela bagunça sem fim (mudar de uma casa para apto foi complicado para organizar). Seu pai e seu tio Luiz Antonio já estavam lá.
    Bem, a oração de sua avó chegou ao meu coração naquele instante. Fui muito feliz em São José dos Campos, mas meu presente era ali agora. Decidi ser feliz ali também. Olhei para frente e vi um novo mundo. Novas descobertas, novos desafios…
    Como você disse: o lar não é o lugar que guarda móveis, utensilios…
    Lar é onde você aquece o coração. É onde nos reunimos para partilhar histórias, alma, corpo, coração, sonhos e também para juntar cacos. É lá que nos renovamos e nascemos todo dia para enfrentar a vida.
    Felicidades nesta nova casa. Deus abençoe.

    “Deus, Pai de misericórdia, criador de todas as coisas;
    invocamos o teu Espírito Santo sobre este lar e seus moradores.
    Assim como visitaste e abençoaste a casa de Abraão,
    de Isaac e de Jacó, visita-nos e guarda-nos na tua luz.
    Guarda estas paredes de todos os perigos: do incêndio,
    da inundação, do raio, dos assaltos, de todo e qualquer mal.
    Venham teus anjos portadores de paz !
    Suplicamos também a proteção e a saúde
    para todos os que aqui habitam.
    Afasta-os da divisão e da falta de fé.
    Abençoa e guarde este lar e todos os que o visitam.
    Por Cristo Jesus.
    Amém!”

  5. querida marina eu estou saindo das redes….principalmente que tenha algo com os árabes muçulmanos muita tristeza decepção prefiro limpar minha vida, que se tornou um tormento desde o dia que conheci a mentiradas que envolvem a mesquita de BRASÍLIA, inclusive ameaças de morte…… faço com tristeza por ALLAH, pois havia em mim muito mais amor por todos…please me deleta de suas mensagens..peço com carinho…mas estou voltando pro meu mundinho real…bj e felicidades, mama elaine

  6. E dentro em breve esta casa nova tambem será um marco na vida de vcs e estara cheia de alegria, de historias… Tudo de bom Mariana. Abs 😉

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: